Lílis Soares

Lílis Soares

Estudou Direção de Fotografia no Institut International de l’Image et du Son, na França, e Rádio e TV na UFRJ. Atuou em projetos voltados para mídia digital, publicidade, TV e cinema em países como Brasil, França, Rússia, Suíça, Itália, Angola, República do Congo e Benin. Fez a direção de fotografia do longa-metragem nigeriano “Mami Wata”, com direção de C.J. Obasi e  atualmente em pós-produção, “Um dia com Jerusa”, dirigido por Viviane Ferreira, dos curta-metragens “Novo Mundo”, de Natara Ney e Gilvan Barreto, “Ilhas de Calor”, de Ulisses Arthur, “Minha historia é outra”, de Mariana Campos, “Enraizadas”, de Juliana Nascimento e Gabriela Roza, “Dentro”, de Mariana Jaspe, “Simone “,  de Renato Cândido e da campanha “Ela decide” para a ONU, dentre outros. Também esteve a frente da direção de fotografia das séries de ficção « Meninas do Benfica », dirigida por Roberta Marques e Luciana Vieira, em Fortaleza, e « Fim de Comédia », dirigida por Jéssica Queiroz, gravada no subúrbio do Rio de Janeiro. Além disso, ministrou no curso de direção de fotografia na escola de audiovisual da Vila das Artes em Fortaleza e é professora de direção de fotografia da Academia Internacional de Cinema no Rio de Janeiro. Na Mostra Tiradentes de 2020, recebeu o Prêmio Helena Ignez 2020, oferecido pelo Júri Oficial a um destaque feminino em qualquer função.

 

Formação Livre em Direção de Fotografia

182h | 52 encontros - O universo secular do cinema através de elementos fundamentais da cinematografia