Conheça 6 documentários premiados da Netflix e divirta-se!

Diante da situação de pandemia que estamos vivendo, tendo que ficar em quarentena para evitar a propagação do COVID-19, temos mais tempo de sobra para conhecer novas obras do cinema. Com isso, optamos por plataformas de streaming para assistir novos filmes, séries, documentários etc.

Uma das maiores alternativas é a Netflix, que conta com um catálogo de entretenimento recheado para seus usuários. Entretanto, no meio de todo esses conteúdos, existem obras premiadas que merecem atenção.

Neste texto, listamos documentários premiados da Netflix que são interessantes para aumentar seu conhecimento sobre obras de diferentes cineastas. Vamos lá?

Quais são os documentários premiados na Netflix?

Diferentemente dos filmes de ficção, muitos documentários contam histórias baseadas fatos reais, expondo as opiniões de seus diretores e produtores. Além disso, os documentários podem disseminar conhecimento e fazer denúncias sociais importantes.

Esse tipo de obra também serve como material de aprendizado, já que é possível absorver conteúdo, observar características de diferentes cineastas e as peculiaridades dessas produções. Para quem gosta de “histórias reais”, os documentários são uma ótima opção, pois vão desde “histórias sobre política”, até “como diminuir o consumismo”.

Como dito, a plataforma conta com um catálogo extenso de documentários, que podem agregar muito no seu conhecimento e permite que você se aprofunde na área. Veja aqui 6 deles!

1. Democracia em Vertigem (2019)

Produzido pela cineasta Petra Costa, o filme brasileiro foi indicado ao Oscar 2020 na categoria de Melhor Documentário. Partindo do ponto de visão mais íntimo da cineasta, a obra aborda a crise política vivida pelo Brasil desde a ascensão de Lula, o processo de Impeachment da ex-presidente Dilma, a operação Lava-Jato, chegando até a situação política atual do país.

A trama sai do estilo frio e distante normalmente usado na maioria dos documentários que abordam a política nacional. Trazendo vida à história, indo além de discursos inflamados e eufóricos feitos por membros do governo, o documentário relaciona a vida pessoal de Petra, com eventos marcantes da política brasileira.

2. Minimalism (2015)

Em meio à lista de documentários premiados da Netflix, temos o filme “Minimalism”, que também foi indicado ao Oscar na categoria de Melhor documentário. Uma trama do diretor Matt D’Avella que aborda uma reflexão de como o consumismo afeta a vida das pessoas e sobre os hábitos de consumo da modernidade atual.

A obra acompanha a vida dos palestrantes Joshua Fields Millburn e Ryan Nicodemus, após eles adotarem um estilo de vida minimalista; além de depoimentos de pessoas que também se interessam por essa prática.

A produção de Matt causa no espectador uma reflexão sobre a quantidade de objetos que possuímos, assim, fazendo uma grande crítica sobre a cultura de consumo. Será que realmente precisamos ter o celular que foi lançado recentemente? Precisamos ter tantos sapatos? Muitas vezes, menos é mais, e o documentário aborda o depoimento de pessoas sobre esse assunto.

3. What The Health (2017)

O longa-metragem desenvolvido por Kip Andersen e Keegan Kuhn também é um dos documentários premiados da Netflix. Apresenta estudos e teorias que relacionam os principais elementos prejudiciais à saúde com a indústria de alimentos.

A obra cinematográfica conta com a participação de médicos e especialistas, que acreditam que uma dieta baseada em ingestão de plantas é mais que suficiente para manter uma boa qualidade de vida. O título usa de trocadilho da expressão americana “Que inferno é esse?”, enfatizando hábitos ruins de alimentação adotados pela população. Então, nesse caso, a tradução livre do título é “Que saúde é essa?”.

Sua estrutura longa é uma característica do diretor, que leva o espectador a uma busca por respostas. O filme usa algumas linhas de raciocínio com estudos que comprovam os malefícios da carne e sua ligação de risco com o câncer, por exemplo. O longa-metragem é extremamente informativo e não tem um conteúdo maçante e cansativo.

4. 13º Emenda (2016)

Um documentário estadunidense, dirigido por Ava DuVernay, uma cineasta negra que aborda em sua obra uma discussão sobre o funcionamento do sistema prisional para pessoas negras nos Estados Unidos, tema super atual e urgente. O filme mostra como o racismo estrutural tem influência até hoje na sociedade e na sua forma de se comportar.

Trazendo ao leitor uma reflexão do retrato da imagem criada pelos brancos sobre os negros que, muita das vezes, é uma imagem agressiva e ruim. Com isso, evidenciando a influência que isso tem em relação ao sistema carcerário, que se assemelha à escravidão.

5. Miss Representation (2011)

O documentário é muito importante e informativo para quem tem interesse em entender o impacto do machismo na vida de mulheres que estão relacionadas à mídia ou política. Dirigido e produzido pela cineasta Jennifer Siebel Newsom, o documentário faz uma análise do impacto social da má representação de mulheres ligadas à mídia e à política.

Muitas das vezes, isso acontece por causa da hipersexualização do corpo feminino e, até mesmo, a limitação de papéis na televisão e no cinema. Miss Representation, no ano de 2011, serviu de inspiração para a criação de uma ONG “The Representation Project”, que tem como intuito promover ações sociais para mudar o cenário atual da mídia.

6. The True Cost (2015)

O filme produzido por Andrew Morgan também é um dos documentários premiados da Netflix. A obra foi gravada em diversos lugares do mundo, com a intenção de mostrar os aspectos e impactos que a moda causa na sociedade, principalmente as lojas conhecidas como Fast Fashions. Nós vemos a roupa como um item essencial, mas, no decorrer dos anos, seu preço caiu e sua produção aumentou, fazendo os empresários desse meio adotarem a terceirização na sua produção.

Isso fez com que a confecção de roupas fosse direcionada a muitos países do chamado Terceiro Mundo, pois sua mão de obra é mais barata. Além desse ponto, The True Cost mostra os impactos da indústria da moda na agricultura e sua extensa produção de lixo, prejudicando o meio ambiente, já que o grande consumo de peças de Fast Fashion faz com que o nível de roupas descartadas em lixões aumente.

Nesse momento de quarentena, é importante tirarmos um tempo para nos dedicar aos estudos e ampliarmos nossos conhecimentos. Portanto, conhecer obras como essas pode fazer com que você reconheça a importância desse tipo de filme, aprenda a identificar características dos cineastas em suas produções e se descubra como um documentarista. Então, tire um tempo para ver os documentários premiados da Netflix e aumente seu conhecimento.

Gostou da nossa lista de documentários? Se sua resposta for sim, compartilhe o artigo nas suas redes sociais para que mais pessoas possam conhecê-los!

* Foto em destaque filme “Democracia em Vertigem”. 


Deixe seu e-mail e receba

Convite para eventos gratuitos, entrevistas e dicas, promoções e descontos


Pentagrama Consultoria e Sistemas