Christopher Nolan manipula o tempo em A Origem – filme do cineclube AIC

O nosso cineclube semanal #Ficaemcasa chega a mais uma edição! Esta semana vamos analisar o filme A Origem, de Christopher Nolan. A obra será relançada no dia 03 de setembro com o objetivo de acalmar os fãs que estão na espera de Tenet, talvez um dos filmes mais esperados e adiados do ano devido à pandemia.  A discussão fica por conta dos professores Filippo Pitanga e Martin Eikmeier.

Nesse período de quarentena, em que parecemos viver em um eterno looping, a noção do tempo parece mudar. O cinema de Nolan fala justamente sobre enganar nossa percepção sobre o tempo. É isso que diferencia o trabalho do diretor. Seus filmes desafiam as leis da física.

O filme está disponível no Netflix.

Venha debater com a gente no dia 06 de agosto, às 18:30 no nosso canal do Youtube.

A Origem

O filme conta a história de Dom Cobb (Leonardo Di Caprio), um homem que possui uma rara habilidade: ser um ladrão de segredos do inconsciente durante o sono. Essa prática inusitada, chamada inserção, atrai inimigos que o impedem de voltar para sua família. Para ganhar seu passaporte para a liberdade, Cobb precisa aceitar um trabalho aparentemente impossível: plantar uma ideia na mente do herdeiro de um grande império de energia.


Deixe seu e-mail e receba

Convite para eventos gratuitos, entrevistas e dicas, promoções e descontos


Pentagrama Consultoria e Sistemas