Modelo de Roteiro

O modelo de roteiro está diretamente associado a formatação de roteiro. Roteiristas profissionais dizem que, mais importante que a formatação em si, é a história ser boa, mas, sem dúvida, existem modelos e padrões de formatação para escrever roteiros e é importante que você os siga. Afinal, nenhuma produtora irá ler um roteiro que não esteja dentro dos padrões mínimos de formatação.

O mais conhecido e utilizado é o formato Master Scenes, que se consagrou na industria cinematográfica. Nesse formato você irá utilizar a fonte Courier New tamanho 12. A fonte se parece com as letras das antigas máquinas de escrever e esse padrão fará com que cada página de roteiro corresponda a mais ou menos 1 minuto de cena no filme. As páginas trarão os seguintes elementos:

  • cabeçalho de cena;
  • ação;
  • diálogos;
  • transição.

O cabeçalho introduz uma nova cena. Geralmente criamos uma nova cena quando existe alguma mudança de espaço (lugar) ou tempo. O cabeçalho aparece sempre em letras maiúsculas e traz as informações sobre onde a cena acontece e em qual tempo. Se a cena é dentro de alguma locação usamos a sigla “INT” e se for externa, cenas filmadas em ambientes abertos como praças a indicação é “EXT”. Veja o exemplo abaixo.

INT. BIBLIOTECA DA ESCOLA – DIA

EXT. PRAÇA DA CIDADE – NOITE

Depois do cabeçalho vem a ação. Que é a descrição do que ocorre na cena, sempre no tempo presente. “Maria lentamente coloca a mão na maçaneta e abre a porta de casa”.

Por fim, o bloco de diálogo, composto pelo nome do personagem e o que ele fala. Clique na figura abaixo para visualizar cada um desses elementos e conhecer outros.

Modelos de Roteiro - Exemplo de Formatação de Roteiro

Vale lembrar que fazer um roteiro de um filme é uma tarefa complexa: exige criatividade, dedicação e persistência para que ideias maturem. Roteiristas profissionais e experientes muitas vezes demoram anos para escrever e, ainda mais tempo, para revisar um roteiro e fazer novos tratamentos, ou seja, novas versões da mesma história, a fim de que ela fique perfeita. Mas, isso não é motivo para desistir. Afinal, já que inspiração não se sustenta sem uma boa dose de transpiração, as grandes histórias, com certeza não foram escritas em uma única sentada em frente ao computador.

Cadastre-se, e receba em seu e-mail o Modelo (básico) de Formatação de Roteiro e a ficha de personagem. Para ir realmente a fundo, vale a pena também conhecer os nossos cursos de Roteiro e ler a matéria completa “Como fazer um Roteiro“.

Preencha o formulário para Fazer o Download




Além da formatação, você precisa de personagens consistentes

Os roteiristas são unânimes ao dizer que um bom filme precisa de personagens consistentes. Syd Field diz que personagem é ação e que não existe personagem sem história, nem história sem personagem. Antes de começar a escrever seu roteiro é importante que você conhece a fundo seu personagem. Você precisa saber e entender do protagonista como se ele fosse um amigo próximo.

Existem várias técnicas para traçar o perfil de um protagonista. A mais conhecida são as fichas ou formulários onde o roteirista preenche as informações com as características do personagem. Junto com o modelo de roteiro também preparamos uma ficha para você definir seus personagens. Ela contém algumas informações básicas e você pode (e deve) incluir outras tantas questões. Lembrando que quanto mais souber do personagem, melhor.

Vale lembrar

  • A capa do roteiro deve conter o título da obra e o nome do roteirista e claro, seus contatos como e-mail e telefone. A primeira página nunca é numerada.
  • Todas as outras páginas devem conter numeração.
  • Como já falamos a fonte padrão é a Courier News tamanho 12 e o espaçamento é simples.
  • Não use itálico nem negrito.
  • Na descrição da ação não repita informações que já estão no cabeçalho.
  • Existem diversos manuais de formatação de roteiro na internet, mas, o ideal é não desperdiçar energia com isso. Existem softwares que padronizam tudo automaticamente para você, o mais usado por roteiristas profissionais é o Final Draft, mas, você pode começar com softwares mais simples. O Celtx tem uma versão gratuita e a Amazon disponibiliza o Story Writer que é totalmente gratuito.
  • Leia muitos roteiros na internet, existem vários sites que disponibilizam roteiros na integra.

Deu para perceber que para se tornar roteirista precisa de muita dedicação, esforço e estudo, né? Mas com esse modelo dá para começar a se aventurar.

Se gostou do artigo e quer conhecer ainda mais, estudar referências e praticar a escrita de roteiros, conheça os nossos cursos na área de Roteiro e nosso curso online, para quem não mora no Rio de Janeiro ou São Paulo.

*Essa matéria é trecho do artigo “Como Fazer um Roteiro”.  

**Foto Lucas Peev


Deixe seu e-mail e receba

Convite para eventos gratuitos, entrevistas e dicas, promoções e descontos