Filmes da Mostra de Curtas de São Paulo na AIC

28 festival de curtas de são pauloNa próxima sexta-feira (1/9) tem exibição – aberta ao público e gratuita – de filmes do Festival de Curtas de São Paulo na Academia Internacional de Cinema (AIC) de São Paulo. A Programação em Curso, atividade extra promovida pelo festival, é constituída por sessões de até 80 minutos seguidas de debate com diretores e diretoras convidados e conta com curadoria feita por alunos de escolas de cinema.

Na AIC os alunos do FILMWORKS (o curso técnico de Direção Cinematográfica da escola), Alix Breda, Julia Rantigueri, Luis Borgia e Paulo Ernesto Brito Borges, são os curadores responsáveis por esta edição e assistiram 45 filmes para selecionaram os seis que serão exibidos no dia primeiro.

“O enfoque da seleção de curtas escolhidos para a atividade Programação em Curso dentro da AIC, será divido em dois momentos que dialogam entre si. O primeiro, voltado para o cinema que faz uma reflexão sobre a relação do espaço e do indivíduo que habita o mesmo. Os filmes selecionados tendem a assumir um caráter documental e trazem múltiplas perspectivas que exploram um equilíbrio entre utopia e realidade, e como esses diferentes pontos de vista observam o mundo. Trabalhos muito singulares, mas que ao mesmo tempo gritam liberdade e provocam uma celebração catártica, como “Há Terra! ” (2016) da diretora Ana Vaz. A concepção de mundos dos povos Guarani que, no documentário “Em Busca da Terra Sem Males” (2017) da diretora Anna Azevedo, mostra um grupo indígena que ergueu uma aldeia nos arredores do Rio de Janeiro e vive com o medo de serem obrigados a saírem de suas terras. “Casca de Baobá” (2017) da diretora Mariana Luiza, que segue a troca de mensagens entre mãe e filha; uma, que ainda vive em um quilombo no interior do Rio e a outra, que se mudou para a capital para estudar. Uma coletânea de poesias visuais, produzida por mulheres, sobre narrativas que trazem as representações culturais do espaço e a singularidade mundana do cotidiano de seus indivíduos. No segundo momento da mostra, três histórias que contam um pouco da realidade da mulher brasileira. Continuando por uma linguagem documental, as escolhas refletem diversos desafios vividos por elas diariamente, seja lutando contra um padrão constante imposto pela sociedade, mudando a sua comunidade ou tentando apenas ter seus direitos garantidos. A primeira escolha faz um apanhado do papel da mídia nacional na objetificação feminina em diversos níveis em “Autopsia” (2016) da diretora Mariana Barreiros. O segundo filme “Real Conquista” (2017) de Fabiana Assis, mostra o cotidiano de uma líder comunitária que desafia as burocracias do sistema e da política, em busca de atender as demandas de uma região marcada por um episódio de violência. O terceiro, retrata a história de uma mulher transexual que foi brutalmente assassinada em Portugal em “A Gis” (2016), de Thiago Carvalhães”, escrevem os alunos sobre a seleção e curadoria.

Após a exibição, os diretores Thiago Carvalhães de “A Gis” e a diretora Fabiana Assis de “Real Conquista” participarão de um debate com os alunos e convidados.

Noite de Kino

Além da Programação em Curso, os alunos Lorenzo Scavone, Maynard Farrell, Olavo Ribeiro e Sofia Wickerhauser também participaram da Noite de Kino, onde participam de uma gincana para produzir um filme em 48 horas. O curta O Maravilhoso Mundo das Cores e Pinturas, tem 3 minutos, contou com a orientação do professor Pedro Jorge e será exibido hoje (28), às 20h, na Cinemateca.

Serviço

Programação em Curso – Exibição dos curtas na AIC:
1. HÁ TERRA!  – Direção Ana Vaz
2. EM BUSCA DA TERRA SEM MALES – Direção Anna Azevedo
3. CASCA DE BAOBÁ – Direção Mariana Luiza
4. AUTOPSIA – Direção Mariana Barreiros
5. REAL CONQUISTA – Direção Fabiana Assis
6. A GIS – Direção Thiago Carvalhães
Dia 01/09/2017 – sexta-feira

Das 19h às 22h – Na Academia Internacional de Cinema (AIC) São Paulo
Rua Dr. Gabriel dos Santos, 142 – Higienópolis. (Próximo metrô Marechal Deodoro)
Evento gratuito e aberto ao público (mediante lotação do espaço)

*Foto em destaque do filme Em Busca da Terra sem Males, de Anna Azevedo