Paola Teles, gerente de negócios da O2 Play, fala sobre a carreira de produtor de cinema

Paola Teles
Com mais de 10 anos em experiência na área cultural em gestão de projetos, Paola Teles é professora do novo curso online de Produção Executiva da AIC. Atualmente trabalha como gerente de negócios da O2 play, distribuidora do grupo O2 Produções.

O que faz exatamente um produtor executivo?  Como conseguir recursos para tirar uma história do papel?  A Academia Internacional de Cinema (AIC) convidou a produtora Paola Teles, professora do novo curso de Produção Executiva online da escola e gerente de negócios da O2 play, distribuidora do grupo O2 Produções, para explicar sobre as funções de um produtor de cinema e sua importância dentro da indústria cinematográfica.

AIC – O que faz exatamente um produtor executivo?

PAOLA TELES: O papel do produtor executivo é bem amplo, ainda mais quando falamos das produtoras de pequeno porte, onde se tem um acúmulo de funções, atuando como produtor e produtor executivo; seja trazendo um projeto já desenvolvido ou coordenando o desenvolvimento e criação de uma propriedade intelectual.

De um modo geral, cada produtora opera num modelo de gestão. O que acaba sendo comum é o processo de captação, as relações comerciais e institucionais, a gestão dos projetos junto aos órgãos públicos, como a ANCINE.

O produtor executivo, dentro do processo de produção do filme, é o responsável por pensar de maneira global a arquitetura financeira do projeto. Isso envolve decisões de como adquirir uma propriedade intelectual ou como desenvolver um projeto. Além disso, existe todo o processo que precisa ser pensado e executado. É na figura do produtor executivo que se concentra as negociações de investimento, podendo ser público ou privado, ou nas negociações das contratações de profissionais como: roteirista, diretor, diretor de fotografia, montador e elenco; principalmente dos profissionais que se envolvem no processo criativo ou que têm participação nas receitas do filme, como roteirista e diretor, por exemplo. É nesta fase que estão presentes muitas questões legais e artísticas do projeto e que o produtor precisa ter segurança jurídica para negociar direitos que ele pode deter ou não sobre a obra. É nessa arquitetura financeira e de direitos que ele precisa ter segurança para seguir sem problemas na execução.

O produtor executivo deve entender exatamente o tamanho do seu projeto para chegar no melhor orçamento, no plano de financiamento viável, entender como funcionam as formas de viabilização e em como captar recursos para a produção de TV ou Cinema. Além de pensar na comercialização para lançamento e na cauda longa do projeto. Em suma, o produtor executivo atua desde a identificação da ideia a ser desenvolvida até nas formas de distribuição de conteúdo para chegar ao consumidor final.

Deixe seu e-mail e Receba…

Convite para eventos gratuitos, entrevistas e dicas, promoções e descontos nos cursos da AIC





AIC – Quais as principais características e atribuições para ser um produtor?

PA: O mercado de audiovisual tem muitos percalços. O processo de captação de um filme pode ser muito trabalhoso, o que demanda uma estrutura emocional para lidar com situações adversas como, receber uma negativa de investimento para algum projeto. Os motivos da recusa não são de ordem pessoal, certamente a recusa se dá por questões relativas à proposta que foi apresentada.

O produtor deve ter poder de persuasão, mas ao mesmo tempo ser flexível numa negociação, sem comprometer as cláusulas contratuais já firmadas para não ter problemas legais. Por isso é de extrema importância que o produtor saiba exatamente o que ele está assinando em um contrato. E para isso, é preciso que o produtor entenda o mercado audiovisual, suas práticas e mecanismos.

Vim do terceiro setor e migrei para o audiovisual há pouco mais de três anos. Certa vez ouvi do meu primeiro chefe na Spcine (Empresa de cinema e audiovisual de São Paulo) a seguinte dica: leia todos os tipos de contratos! Assim fiz. Ali estava uma das formas de entender como o mercado funciona.

AIC – Como executar um projeto, tirando a ideia do papel? Quais são as etapas? E como executar um projeto pensando na boa gestão dos recursos?

PA: O primeiro ponto é assegurar a segurança jurídica da propriedade intelectual para execução do projeto, ter o registro da obra, os contratos necessários para aprovar o projeto na ANCINE e seguir nas negociações e captação de recurso.

As etapas de produção de um filme envolvem o desenvolvimento do projeto, que pode ser através da aquisição de um livro para adaptação ou na construção de uma propriedade intelectual desenvolvida pela própria produtora. Todo projeto começa com uma boa análise técnica e um bom desenho de produção. É exatamente isso que vai determinar como se dará às demais fases. A pré-produção pode envolver pesquisas de locação, casting, desenho de fotografia entre outras. O processo da produção é a gravação propriamente dita. A pós-produção é onde o todo material gravado é editado, montado, inserido os efeitos de pós, mixagem e outros. E, por fim, a distribuição e exibição do filme.

O orçamento de um projeto sofre alterações durante todo o processo de produção. O produtor executivo deve operar o orçamento conforme as normas estabelecidas nos diversos contratos. Caso seja necessário a realização de qualquer gasto que não esteja previsto em contrato ou previamente aprovado, o produtor deverá informar, solicitar as mudanças e acompanhar a aprovação das alterações. Um orçamento bem estruturado e planejado ameniza as margens de erro numa gestão. 

AIC – Por que o novo curso online de Produção Executiva: Negócios de Cinema e TV é importante para os produtores e quais são os objetivos do curso?

PA: É fundamental que o produtor saiba identificar exatamente o que ele está assinando em um contrato. O curso de Produção Executiva Negócios de Cinema e TV possibilita que o produtor adquira noções de como identificar o potencial comercial e artístico de cada tipo de projeto, saiba quais fontes de recursos acessar, como vender e exibir seu conteúdo. O curso traz uma visão global de todas as etapas de construção de um projeto e as práticas de negociação que estão envolvidas em cada etapa.

O objetivo do curso é mostrar um panorama do mercado audiovisual brasileiro e trazer para as aulas, de uma forma didática e prática, questões negociais e contratuais mais usadas em cada umas dessas etapas. Nosso objetivo é que o aluno, ao final do curso, possa adquirir um domínio e compreensão sobre as possibilidades de negócios e que consiga construir propriedades intelectuais mais consistente e lucrativas para a produtora. Além de possibilitar a compreensão da linguagem e de produtos através de análise de cases que serão apresentados no curso. A proposta é fazer com que os alunos possam estruturar um projeto a fim de viabilizar um produto para a negociação com possíveis player e parceiros.

Por ser uma carreira desafiadora e com constantes mudanças exige estudo constante e entendimento das práticas do mercado como foco no audiovisual brasileiro.


Deixe seu e-mail e receba

Convite para eventos gratuitos, entrevistas e dicas, promoções e descontos