Veja como inscrever seu filme em festivais

Participar de festivais de cinema é o sonho de muitos estudantes do audiovisual. Afinal, quem não quer o friozinho na barriga de ver o seu trabalho exibido na telona pela primeira vez? Além dessa adrenalina, a participação em eventos do gênero comumente abre portas e contribui para o tão importante networking.

Porém, é comum que surja a dúvida sobre como inscrever o filme em festivais. Como escolher o ideal para o meu projeto? Como saber a hora de inscrever aquele trabalho tão especial? Se você está passando por isso, não se preocupe, porque você não está só.

Foi pensando nisso que preparamos este texto. Nele, falamos brevemente sobre os principais festivais do país e trazemos três valiosas dicas de como ser aprovado no festival dos seus sonhos. Confira!

Quais os principais festivais de cinema do Brasil?

Muitas vezes, a exibição em um festival de cinema abre portas para os novos profissionais e, em alguns casos, funciona como um selo de qualidade em um trabalho. Além disso, nesses eventos, é possível conhecer outras pessoas do mercado e assistir a filmes que não entram no circuito comercial.

A ANCINE (Agência Nacional do Cinema) disponibiliza um mapa com todos os festivais do país desde 2015. Além de visualizá-los geograficamente e de forma interativa, é possível conferir uma mini-bio com mais informações sobre cada um dos eventos, suas datas de realização e site oficial.

Entre as muitas possibilidades de festivais de cinema que o país oferece, saiba mais sobre os cinco principais:

  • Festival de Brasília do Cinema Brasileiro: realizado no Distrito Federal, comumente no segundo semestre. Permite a inscrição de curtas e longas de todos os gêneros e oferece premiação em dinheiro. É um dos mais antigos e tradicionais do país e chega a sua 52ª edição em novembro de 2019;
  • Festival Internacional do Rio: a 21ª edição do festival acontece em dezembro de 2019, graças a um financiamento coletivo. É composto por mostras competitivas e não-competitivas e exibe exclusivamente filmes nacionais na Première Brasil;
  • Mostra Internacional de Cinema de São Paulo: a 43ª Mostra Internacional de São Paulo aconteceu em outubro de 2019, com apoio do Ministério da Cidadania, do Governo de São Paulo e da Secretaria de Cultura e Economia Criativa da cidade de São Paulo. Em 2019, 327 obras de 52 países foram exibidas em vários cinemas, museus e espaços culturais da capital paulista, que recebeu também com projeções gratuitas ao ar livre;
  • Festival do Cinema de Gramado: um dos mais prestigiados festivais de cinema do país, é comumente realizado em agosto, no Rio Grande do Sul. Os Kikitos, prêmios distribuídos nas mostras competitivas, são disputados desde 1973 e desde 1992 prestigiam também as produções ibero-americanas. Para quem quiser se preparar, as datas de 2020 já foram divulgadas: de 4 a 22 de agosto.
  • É Tudo Verdade: O Festival Internacional de Documentários é o principal evento do gênero na América Latina. Ele se divide entre as cidades do Rio de Janeiro e São Paulo. A próxima edição acontece em 2020 e está com inscrições abertas até dezembro de 2019.

O que fazer para ter seu filme aprovado?

Inscrever filmes em festivais não é um bicho de sete cabeças, mas também não vem com uma receita de bolo. As escolhas dependem em grande parte dos curadores e, em alguns casos, até mesmo da aprovação em mostras anteriores. Mas como fazer isso pela primeira vez? Confira a seguir três dicas simples mas que podem fazer toda a diferença. 

Saiba escolher o festival

Existem de 3 a 4 mil festivais de cinema ao redor do mundo. Esse é um número surpreendente, mas as possibilidades de produção audiovisual são ainda maiores. Assim, é preciso saber escolher em quais festivais você deve apostar as suas fichas. 

O envio do material envolve o pagamento de taxas de inscrição, além de possíveis custos com viagem. Assim, é preciso levar entender esse processo como um investimento. Para garantir as melhores chances de aprovação, conheça bem os festivais antes de entrar em uma mostra competitiva, por exemplo.

Alguns festivais são amplos e gerais, outros específicos e nichados — próprios para curtas, documentários ou animações, por exemplo. Não existe uma receita pronta para ser aceito, principalmente porque cada festival tem o seu grupo de curadores e cada pessoa tem seu gosto particular. Porém, pode ser interessante estudar filmes anteriormente aprovados — e premiados — e autoavaliar o material que você tem em mãos.

Tenha atenção às regras e regulamentos

Não inscrever um curta-metragem de animação em um festival destinado à longas documentais é uma regra básica. Neste tópico, nos referimos à atenção aos detalhes. Quais os prazos para o envio do material? Existe alguma especificidade de tamanho ou formato no qual o arquivo deve ser enviado?

Leia e releia tudo quantas vezes forem necessárias para não correr o risco de ser desclassificado simplesmente por não atender às especificidades do regulamento — sem ao menos ter a chance de ter o seu material avaliado.

Outro fator a ser observado é com relação ao ineditismo da obra, exigido em alguns festivais. Por outro lado, o aceite em determinadas mostras pode até mesmo ajudar a classificação em eventos mais importantes. A dica aqui é montar um calendário e entender para quais festivais enviar o seu material primeiro e para quais pode ser interessante esperar mais um pouco.

Conte com o apoio da Academia Internacional de Cinema

A Academia Internacional de Cinema disponibiliza aos seus alunos um Manual dos Festivais. Além de uma agenda com os principais festivais nacionais e internacionais, o material traz dicas valiosas de como se aproximar dessas mostrar, o que não deixar de lado durante a inscrição e como enviar o material corretamente.

Com mais de 15 anos de experiência no mercado, a AIC já participou da produção de mais de 3200 filmes. Todo esse trabalho tem sido há muito reconhecido no mercado. Diferentes trabalhos de ex-alunos já alcançaram telas internacionais e conquistaram prêmios nacionais.

Com o objetivo de fornecer o suporte teórico, mas também o apoio prático necessário, o nosso corpo docente é extremamente atuante no mercado. Como tal, não fica de fora dos principais festivais de cinema do Brasil e do Mundo.

Se você chegou até aqui, já deve saber sobre a importância que os festivais de cinema têm na carreira de qualquer profissional do audiovisual. A dúvida sobre como inscrever o filme em festivais é comum, especialmente para quem está começando. Mas não se preocupe: ao seguir as nossas dicas você estará no caminho certo!

Pronto para o próximo passo? Então entre em contato com a Academia Internacional de Cinema agora mesmo!


Deixe seu e-mail e receba

Convite para eventos gratuitos, entrevistas e dicas, promoções e descontos