Ex-aluna Anabela Roque e o professor Kiko Goifman selecionados para a Mostra Competitiva do 51º Festival de Brasília

O curta “Sempre Verei Cores no seu Cinza”, da ex-aluna da Academia Internacional de Cinema (AIC) Anabela Roque, e o longa “Bixa Travesty”, de Claudia Priscilla e Kiko Goifman, professor da AIC-SP, foram selecionados para a Mostra Competitiva do 51º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro.  Os filmes foram escolhidos entre 742 habilitados para esta edição e serão exibidos entre os dias 14 e 23 de setembro no Cine Brasília.

O documentário “Sempre Verei Cores no seu Cinza”, Melhor Filme e Melhor Direção do Filmwork Film Festival deste ano, aborda a crise na UERJ – Universidade Estadual do Rio de Janeiro e mostra a atuação de um grupo de alunos contra a situação de abandono da universidade. Dentre as personagens do filme está a estudante de arte Matheusa Passareli, brutalmente assassinada em abril.

Já o longa “Bixa Travesty”, que recebeu o Prêmio Teddy no Festival de Berlim, acompanha a trajetória da artista transgênero Linn da Quebrada. O filme mostra como a cantora enfrenta o machismo e as diversas formas de transfobia.


Deixe seu e-mail e receba

Convite para eventos gratuitos, entrevistas e dicas, promoções e descontos