Verónica Sáenz

Verónica Sáenz

Editora dos longas-metragens “Uma Vida em Segredo”, de Susana Amaral; “Uma Outra Cidade”, de Ugo Giorgetti; “Cristina Quer Casar” de Luiz Villaça; “Hans Staden” de Luís Alberto Pereira (finalista de melhor montagem de ficção no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro 2001); “Vale a Pena Sonhar”, de Stela Grisotti e Rudi Böhm; “O Dia que Durou 21 anos”, de Camilo Tavares (finalista de melhor montagem de documentário do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro 2015); entre outros. Entre os curtas, destacam-se “O Trabalho dos Homens” de Fernando Bonassi; e “Dias”, de Fernando Segtowick (prêmio de melhor montagem no Festival do Cinema Brasileiro, Belém do Pará). Para TV editou “Animais do Brasil”, da Grifa Filmes em coprodução com o National Geographic Channel. Formada em Cinema com especialização em Montagem no INSAS, Institut National Supérieur des Arts du spectacle – Bruxelas/Bélgica, estudou roteiro com o diretor e roteirista tcheco Frank Daniel e música no cinema com Henri Colpi, montador de “Hiroshima Mon Amour”. Na Bélgica, conquistou o Oscar na categoria Filmes de Escola com Madeli la Breche”, de Jaco Vandormael, no qual realizou a montagem. Como educadora, entre outras instituições, ministrou cursos na Escuela Internacional de Cinema y Televisión, San Antonio de los Baños/Cuba.

*Aulas de enriquecimento curricular no Filmworks