Pedro Lima

Pedro Lima

Trabalha na área de som desde 1996. Premiado com dois Candangos de Melhor Som no Festival de Brasília do Cinema Brasileiro por “À Margem do Concreto” de Evaldo Mocarzel (2005) e  pelo curta-metragem “Vinil Verde”, estreia de Kleber Mendonça no cinema (2005); prêmio de Melhor Som no Festival Brasileiro de Miami por “Noel: Poeta da Vila” (2006); Prêmio ABC de Melhor Som da Associação Brasileira de Cinematógrafos e indicação ao GP do Cinema Brasileiro por “Chatô, o Rei do Brasil” (2016); indicação “coadjuvante” ao Oscar Melhor Animação por “O Menino e o Mundo” (2016); indicado duas vezes ao EMMY Kids com o seriado (animação) infantil “O Show da Luna” e indicado ao Kikito de Ouro de Melhor Som no Festival de Gramado  por “O Matador”, ambos em 2017. Vencedor do GP do Cinema Brasileiro por “Morte” (2003) e “Peixonauta, O Filme” (2019). 

Atualmente, trabalha no novo longa-metragem da Netflix com finalização em Dolby Atmos.

Podcast

60h | 20 encontros - Aprenda as etapas essenciais para criar conteúdo em áudio em diferentes gêneros, com criatividade e que gere conexão com o público.

Ex-aluno do Filmworks estreia longa-metragem em Festival

Ex-aluno do curso Filmworks da Academia Internacional de Cinema (AIC), Henrique Nuzzi, estreia seu longa-metragem Cantos Escuros: A Herança de Pietra no Festival Satyrice Bijou em 14 de julho. Com uma equipe composta quase exclusivamente por ex-estudantes da AIC, entrevistamos Henrique para conhecer mais sobre o processo criativo e o desenvolvimento do filme. O longa-metragem de …

Ex-aluno do Filmworks estreia longa-metragem em Festival Leia mais »

Join Waitlist We will inform you when the product arrives in stock. Please leave your valid email address below.