Carlos Ebert

Estudou Arquitetura na Universidade Federal do Rio de Janeiro e Cinema na Escola Superior de Cinema São Luiz, em São Paulo. É Diretor e Fotógrafo de cinema, televisão e publicidade. No final dos anos 60, participou do cinema marginal e foi câmera e diretor de fotografia de um dos filmes mais significativos do movimento, “O Bandido da Luz Vermelha” de Rogério Sganzerla. Também dirigiu “República da Traição” e fez a fotografia do “O Rei da Vela” de José Celso Martinez Corrêa e Noilton Nunes, e “Fé” de Ricardo Dias. Para a televisão trabalhou em “O Povo Brasileiro”, ganhador do Grande Prêmio Cinema Brasil de TV em 2001. Em 2003 recebeu o prêmio de Melhor Fotografia no Festival de Gramado pelo curta-metragem “Carolina”, de Jeferson De. Trabalhou nos documentários “Dia da Graça” de Thiago Mendonça e Maira Buller, “Do Luto à Luta” de Evaldo Mocarzel, e “Vlado – 30 Anos Depois” de João Batista de Andrade. Em 2007, fez a direção de fotografia do filme “A Ilha do Terrível Rapaterra” de Ariane Porto e em 2008 do documentário “Um Homem de Moral de Ricardo Dias.

 

*Foto: Rosano Mauro Jr.

CURSOS EM QUE ATUA

Direção de Fotografia

Cursos Semestrais

Direção de Fotografia

O universo secular do cinema através de elementos fundamentais da cinematografia

105h

10x de R$ 486,90 ou 5% de desconto à vista até 04/08/2018

Dois semestres de técnica, estética e experiência prática na criação de imagens

210h | 60 encontros

10x de R$ 1.162,80 ou 5% de desconto à vista até 06/08/2018

Direção de Fotografia

Cursos Semestrais

Direção de Fotografia

O universo secular do cinema através de elementos fundamentais da cinematografia

105h

10x de R$ 486,90 ou 5% de desconto à vista até 04/08/2018

Dois semestres de técnica, estética e experiência prática na criação de imagens

210h | 60 encontros

10x de R$ 1.162,80 ou 5% de desconto à vista até 06/08/2018

Notícias relacionadas

Workshop de 4k no Filmworks

Workshop de 4k no Filmworks

A tecnologia 4K ao alcance dos futuros profissionais A tecnologia tem evoluído com bastante rapidez e esse progresso pode ser visto, por exemplo, nos celulares, TVs, no cinema, na internet e em vários outros que estão mudando o tempo todo. Uma evolução tecnológica bastante nítida é com relação à imagem, depois da chegada da TV […]

Mulheres no Audiovisual – uma reflexão

Mulheres no Audiovisual – uma reflexão

Por que o mercado cinematográfico, seja brasileiro ou estrangeiro, ainda é dominado pela presença masculina? Com a popularização de temáticas como a representatividade e o empoderamento nas redes sociais, surgem também questionamentos a respeito da participação e da representação feminina no cinema. Ao longo da história, em uma indústria que nasceu e se desenvolveu voltada […]

Retrospectiva 2017

Retrospectiva 2017

Mais um ano chegando ao fim. 2017 foi um ano de intensa produção nas duas unidades da Academia Internacional de Cinema (AIC): São Paulo e Rio de Janeiro. Teve muito curta-metragem e documentário saindo do forno, prontos para fazer carreira nos festivais desse mundão. Também teve produção, direção de arte, roteiro, atuação e muito debate, […]