Daniel Rezende fala sobre a produção de “Bingo – O Rei das Manhãs”

O montador e diretor Daniel Rezende conta para alunos e convidados da Semana de Orientação, na Academia Internacional de Cinema (AIC), sobre a produção do seu primeiro longa-metragem como diretor, “Bingo – O Rei das Manhãs”. Antes do bate-papo, o filme foi exibido no estúdio da escola.

Com grandes nomes no elenco e na equipe técnica o filme brasileiro foi um dos mais bem recebidos pela crítica ano passado. Protagonizado por Vladimir Brichta o filme é uma ficção inspirada na vida de Arlindo Barreto, intérprete do palhaço Bozo.

Daniel falou da mudança de papeis e como o trabalho de montador o auxiliou na experiência de dirigir. “Queria parar de falar apenas com imagens, teclado e mouse e conversar e conviver com pessoas reais”, brinca. Completa dizendo que dirigir é uma grande responsabilidade. “Dirigir é saber cativar a equipe, convencer as pessoas da história que você quer contar. Dirigir é estar preparado para cortar e jogar fora a cena que você mais ama”.

Ele ainda contou curiosidades, falou sobre a direção de arte, técnicas usadas na direção de fotografia para economizar com lentes, campanha de lançamento, VOD, ensaio, preparação de atores e muito mais.

Daniel participou da Semana de Orientação nas duas unidades, São Paulo e Rio de Janeiro e também já ministrou um workshop de edição na escola.

*Fotos de André Gardenberg


Deixe seu e-mail e receba

Convite para eventos gratuitos, entrevistas e dicas, promoções e descontos