‘Luiz Poeta’ ganha prêmio no Chile

O curta Luiz Poeta, do ex-aluno Patrick Torres, acaba de ganhar o prêmio de melhor curta-metragem no Festival Cine Otro – Festival de Cinema Político, Social e de Direitos Humanos, de Valparaiso, no Chile. Recentemente, o filme também foi selecionado para a 16ª Mostra Tiradentes, em Minas Gerais.

Lançado em março do ano passado, na Casa das Rosas, na Av. Paulista, com a presença do protagonista, o filme tem direção, roteiro e fotografia do ex-aluno do Curso de Documentário da AIC (2010), Patrick Torres. Uma realização coletiva, a primeira produzida por ele depois do curso na AIC, feita junto de mais quatro colegas no ano passado. O curta já participou de festivais nacionais (Festival CineIpoema/MG, 9a Competição de Audiovisual de Ribeirão Preto) e internacionais (Mecal ChileFestival Internacional de Cortometrajes e Festival Internacional Caixa de Curtas da Televisão da América Latina (TAL). No TAL, ganhou como melhor documentário independente.

 

O curta documentário é o retrato de uma visita ao seu Luiz Beltrame de Castro - que completou 104 anos de vida em 10 de outubro de 2012 – na cidade de Coroado, no interior paulista. Baiano, de Paramirim, é pai de oito filhos e avô de 47 netos, tem ainda 75 bisnetos e 20 tataranetos.

Além de boas conversas, o personagem do documentário apresenta a família e mostra um pouco da vida cotidiana dele como poeta e revolucionário. Símbolo da luta pela terra, ele já marchou pelo MST e narrou em versos sua história, reunidas e manejadas com carinho em numerosos cadernos de versos e dois livros publicados: Sonho com a Vida e Sonho com a Terra, com poemas escritos desde o meio do século passado.

O filme traz ainda uma participação especial da cantora Inezita Barroso, apresentadora do Viola, Minha Viola, da TV Cultura. Ela recita, emocionada, o poema feito por Luiz Beltrame em homenagem ao programa.

Conheça aqui a página do curta Luiz Poeta no Facebook.

Leia abaixo a entrevista com o diretor e ex-aluno da AIC, Patrick Torres, e veja o filme na sequência.

AIC – Como surgiu a ideia de fazer Luiz Poeta?

Patrick Torres - Um dos diretores, Rafael Stedile, trouxe ao grupo um livro com poemas do Sr. Luiz Beltrame. Todos ficaram curiosos com a história e com vontade de conhecer o poeta.

 

AIC- Qual a estrutura de pessoal e equipamentos que usaram? Como foi a produção?

Patrick Torres - Nós somos uma equipe de cinco pessoas num trabalho de direção coletiva, onde dividíamos as tarefas de produção, captação de áudio e vídeo, roteirização e edição. Gravamos com as câmeras de vídeo HD, e também com DSLR. Utilizamos microfones lapela e direcional. O filme foi feito totalmente de forma independente. A produção total contando com a pré-produção, captação, edição e finalização foi de 6 meses. Eu fui o único integrante da equipe a cursar na AIC.

AICComo tem sido a repercussão com público e crítica onde o curta tem sido exibido?

Patrick Torres - O filme foi bem recebido em alguns festivais nacionais, como o de Tiradentes, Ribeirão Preto e Itabira, mas acabou consagrado no festival Caixa de Curtas da TAL – TV América Latina, ganhando um prêmio internacional, na categoria documentário independente. Também foi selecionado em dois festivais no Chile.

AIC – O que significam os prêmios pra vc?

Patrick Torres - O reconhecimento do trabalho, talvez uma legitimação da maneira como contamos a história, utilizando os próprios poemas do poeta para marcar as etapas de vida dele, sendo contadas por seus familiares.

AIC - E o personagem sabe da repercussão do filme?

Patrick Torres - Sim, sabe. Mantemos uma relação de amizade com a família Beltrame. É ótimo poder documentar a história de alguém como o Sr. Luiz Beltrame.

AICQuais são seus projetos com o filme e com a sua carreira de cineasta?

Patrick Torres - Participar de várias mostras e festivais, tornar conhecido nosso trabalho e também nosso nome. Eu e os outros integrantes, iremos manter essa linha de projeto coletivo independente, trabalhamos juntos na TV Cultura e a ideia é continuar fazendo curtas, independente do nosso trabalho aqui na TV. Fazer cinema ainda não é um trabalho e sim uma realização profissional

AIC - Como foi a reação dele ao ver o filme na telona?

Patrick Torres - Seu Luiz ficou muito emocionado. Ele não esperava ser recebido por tanta gente num espaço dedicado à poesia. Assistiu ao filme na primeira fila ao lado da filha Dalva e dos netos Maira e Edson. Depois conversou com o público, respondendo perguntas, muito animado.

AIC Seu Luiz Poeta é versado nas letras. Mas deu pra entender a relação dele com o audiovisual ou mesmo com as ferramentas de tecnologia que vocês usaram pras filmagens?

Patrick Torres - Seu Luiz gosta muito de assistir televisão, novela e jogo de futebol. Aliás, ele é um corintiano de 104 anos (mais velho que o próprio Corinthians) e acabou sendo personagem de uma reportagem da ESPN antes do título da Libertadores. Não sabemos da relação dele com o cinema, mas provavelmente nunca foi um espectador assíduo.

Seu Luiz tem filhos, netos, bisnetos e até tataranetos (um com quase 18 anos). Por isso, acho que ele está acostumado a ver as pessoas com objetos de tecnologia, como celulares e computadores. Mostrou-se entusiasmado quando mostramos a ele trechos de vídeos. Ficou muito curioso. Mas a única mídia com a qual ele interaje de fato é o caderno. Ele escreve muito durante o dia e sem óculos!

AICFica algum tipo de lição de vida depois de filmar a história de um personagem tão incrível, cheio de histórias e peculiaridades?

Patrick Torres - A lição de quão importante é a família na vida de uma pessoa. No caso dele, nos tempos de sem-terra, vivia com o filho na terra que ele conseguiu com a reforma agrária em Promissão. Depois da morte deste, saiu de lá e foi viver com os outros filhos em Coroados. Ele por toda a vida sempre esteve perto da família.

Acho que outra grande lição é realmente nunca desistir do sonho e sempre seguir caminhando, não importando quantas dificuldades você encontre pelo caminho. Seu Luiz é um exemplo de pessoa que viveu e lutou por um ideal. Sempre com bom humor, chegou aos 104 anos realizado e com uma grande familia que o apoia sempre. Acima de tudo, ele nos mostrou que o importante é manter o espírito jovem e ativo. Se conseguirmos seguir os passos do poeta, certamente ainda teremos boas conquistas no cinema e na vida. Seu Luís sempre lutou por aquilo que acreditava e ainda o faz.

 

Curta Luiz Poeta

Ficha Técnica:

Nome do Filme: Luiz Poeta; Ano de Produção: 2012; Duração: 13 minutos; Género: Documentário; Suporte de Captação: Digital HD; Suporte de Exibição: DVD-NTSC; Formato de Projecção: 16:9; Tipo de Som: Estéreo; Realizadores: Bruno Benedetti, Fábio Eitelberg, Patrick Torres, Pedro Biava e Rafael Stedile; Produtor: Fábio Eitelberg; Argumento: Bruno Benedetti, Fábio Eitelberg, Patrick Torres, Pedro Biava e Rafael Stedile; Fotografia: Patrick Torres, Pedro Biava e Bruno Benedetti; Montagem: Bruno Benedetti; Música: Chico Saraiva; Som: Felipe Reinoso

Créditos:

Reportagem e Edição: Paulo Castilho.

Fotos: Facebook do curta Luiz Poeta.