Ex-aluna tem estágio prorrogado na Conspiração Filmes

Roberta Vaz, ex-aluna do FILMWORKS, teve seu estágio prorrogado na Conspiração Filmes. Ao invés de três meses, ficará seis. Roberta trabalha com Direção de Arte, exclusivamente para filmes publicitários.

A Academia Internacional de Cinema em parceria com a Conspiração Filmes oferecem um programa de trainee para os alunos recém-formados no Curso Técnico em Direção cinematográfica – FILMWORKS.

Confira um pouco do que Roberta está aprendendo em uma das maiores produtoras do Brasil.

AIC – O que fez para entrar no seleto mercado do audiovisual?

R.V.: Eu trabalhei muito sem ganhar nada, fiz muito filme na camaradagem, só pra aprender e conhecer gente. As pessoas começam a ver o seu trabalho, e se você é comprometido, responsável, “ponta firme”, elas te indicam para outros trabalhos e assim é que começam a surgir propostas legais. Também fiz muitos cursos em direção de arte, o que ajudou a conhecer mais gente, mas o que te dá visibilidade é colocar a mão na massa. Eu participei da direção de arte de muitos filmes da AIC, aí as pessoas ficavam sabendo e me chamavam para fazer outros, inclusive fora da escola, até professores meus começaram a me chamar. Até que o Franthiesco, Coordenador de Cursos Livres da AIC, me indicou na Conspiração, e eles me chamaram para uma entrevista. A indicação foi resultado da visibilidade que eu alcancei na escola, depois de muita ralação nos filmes de guerrilha dos meus colegas.

AIC – Quais são suas impressões sobre estagiar em uma das maiores produtoras do país?

R.V.: Estou adorando! Aprendendo muito e conhecendo muitos profissionais excelentes. Está sendo muito legal presenciar alguns dos melhores diretores de arte, fotógrafos e diretores trabalhando. Ver como eles trabalham é um aprendizado diário. É um choque, depois de sair da escola de cinema, ter feito tantos filmes de baixo orçamento, ver a produção desses filmes publicitários, com grandes orçamentos, com equipes enormes e profissionais que já trabalham há muito tempo no mercado.

AIC – Quais as maiores lições que está tendo?

R.V.: Bom, os profissionais que trabalham aqui são muito bons no que fazem, não é a toa que é uma das maiores produtoras do país. Todos são muito ágeis, exigentes, proativos, e com isso, eu fiquei muito mais exigente comigo mesma, com a forma com que eu trabalho. E uma das melhores coisas de estagiar aqui é que eu conheço muita gente, aprendo muito com eles e talvez, possa vir a trabalhar com eles no futuro.

AIC – Quais as dicas você daria para quem está começando, como você?

R.V.: Se dedicar a qualquer filme que faça, desde os menores filmes de estudante sem orçamento nenhum. São essas pessoas que vão falar bem (ou mal) do seu trabalho e te indicar a outras pessoas. Essa área é pequena, todo mundo se conhece, as pessoas vão ficar sabendo como é trabalhar com você.

AIC – Quais os benefícios da parceria da AIC com grandes produtoras como a Conspiração?

R.V.: A oportunidade de trabalhar em grandes produtoras é que além de te dar uma superexperiência, é uma ótima maneira de entrar no mercado! Eu não conhecia muitos grandes profissionais da área, agora, além de conhecer o pessoal da Conspiração, conheci muita gente de outras produtoras que trabalham aqui como freelancers. Provavelmente vou trabalhar com alguns deles quando eu deixar de ser estagiária aqui. E claro, pretendo voltar a trabalhar na Conspira, como freelancer, no futuro.