Aluno tem projeto selecionado em Festival de St.Tropez

Imagina ir pra França ganhar um prêmio de um filme que ainda nem foi produzido. Bom, não?! Flávio Sardinha, aluno do St TropezFILMWORKS – o curso de formação profissional em cinema da Academia Internacional de Cinema, acaba de ser selecionado no St.Tropez International Film Festival, na categoria de roteiro não produzido. A premiação acontece no dia 17 de Maio, em Nice, no sul da França.

Flávio diz que a seleção foi uma grande surpresa. “A ideia inicial era somente inscrever o roteiro em alguns festivais de prestigio e sentir a receptividade. Não imaginávamos que iriamos ganhar A notícia da seleção tem ajudado muito na captação de apoio para a produção do filme. Quero ir ao festival para aumentar a rede de relacionamentos e quem sabe encontrar investidores interessados em ajudar no desenvolvimento do projeto, além, claro, da possibilidade do filme produzido ser aceito no próximo ano”, conta.

O Projeto do Filme

O filme “Sou Minha” é um projeto curricular que está sendo desenvolvido dentro do curso e tem previsão de filmagem também para o mês de maio. O curta conta a história de Malu (Thalyta Medeiros) e seu namorado Leo (Michel Waisman), que moram em uma pequena cidade do interior de São Paulo, onde reina o tédio, a tradição e o machismo. Tudo anda bem na vida deles, até o dia em que Malu tem uma ousada ideia para agradar o namorado.  Flávio conta: “sempre achei curioso como em determinado momento da vida das mulheres as coisas mudam, a percepção fica diferente e muitas descobertas tomam força. Foi e tem sido um grande desafio tentar escrever por um ponto de vista feminino, que sempre foi um mistério para mim. É uma história simples, mas sensível”.

Produção e Gravação

Aluno do FILMWORKS, Flavio Sardinha, selecionado no St.Tropez International Film Festival, na categoria de roteiro não produzido.

Aluno do FILMWORKS, Flávio Sardinha, selecionado no St.Tropez International Film Festival, na categoria de roteiro não produzido.

As filmagens acontecerão em Cruzeiro, cidade onde se passa a história e onde a equipe está fechando apoio com a Secretaria de Cultura e de algumas empresas locais. “Estamos tendo sorte na pré-produção do filme. Contamos com o apoio de pessoas muito talentosas, em especial os atores que estão mergulhados no projeto. Outra conquista importante foi conseguir o apoio de uma renomado produtora musical nos Estados Unidos que está disposta a nos ajudar com a trilha do filme”, conta Flávio.

Além de Flávio, que é diretor e também roteirista do filme, o projeto conta com a participação de outros alunos da AIC. Entre eles estão Monique Oliveira, aluna do curso de Direção de Fotografia e Piercarlo Romano Pellegrino, aluno do curso de Direção de Arte. Flavio também faz questão de agradecer a parceria dos professores. “O professor de roteiro Roney Freitas tem sido vital no desenvolvimento do projeto, desde o início trouxe reflexões extremamente importantes além do apoio e da transparência. E a coordenadora Alessandra Haro que tem nos instruído durante todo o processo de pré-produção”, conta.

É isso aí. Agora é esperar o filme ficar pronto e torcer para continuar ganhando prêmios.