Waldir Xavier

Estudou Jornalismo, Filosofia e formou-se em Cinema na Universidade Paris VII, na França. Trabalha em cinema como montador (imagem e som) tendo assinado a edição de som de mais de 60 longa-metragens. Viveu na França por 15 anos e, especializado em coproduções internacionais, trabalhou em vários países como o Egito, Portugal, África do Sul, Estados Unidos, Dinamarca, Alemanha e México, tendo colaborado com cineastas como Youssef Chahine, Pedro Costa, Walter Salles, João Botelho, Yousry Nasrallah, Karim Aïnouz e Marcelo Gomes. Como editor de som, Waldir Xavier recebeu três vezes o prêmio de melhor som no Festival de Havana, Cuba, por seus trabalhos em “Viajo porque preciso, volto porque te amo” (2009), “Abismo Prateado” (2011) e “Praia do Futuro” (2014). Em 2015, assinou a edição de som de “Desde Allá” de Lorenzo Vigas, filme venezuelano que  ganhou o leão de Ouro do Festival de Veneza.

*Professor FILMWORKS - RJ

Notícias relacionadas

Caminho do Mar, do professor Bebeto Abrantes, estreia nos cinemas durante a Semana do Meio Ambiente

Caminho do Mar, do professor Bebeto Abrantes, estreia nos cinemas durante a Semana do Meio Ambiente

No próximo dia 07 (quinta-feira), durante a Semana do Meio Ambiente, estreia nos cinemas do Rio de Janeiro e São Paulo o “fluvial movie” Caminho do Mar, dirigido e roteirizado por Bebeto Abrantes, professor da Academia Internacional de Cinema (AIC). O documentário, produzido pela Bang Filmes, conta a história do Rio Paraíba do Sul. Rio […]

Arte e Resistência: Piano Forte no Arizona International Film Festival

Arte e Resistência: Piano Forte no Arizona International Film Festival

“Mede-se a grandeza de uma ideia pela resistência que ela provoca. ”, já dizia o filósofo pré-socrático Anáxagoras. A arte, quando usada como ferramenta de resistência, parece despertar ainda mais comoção e, em tempos de crise política, exerce um papel importante, é um instrumento que auxilia nas transformações. Em “Piano Forte”, a resistência transpira, seja […]