Rose Satiko Gitirana Hikiji

Rose Satiko Gitirana Hikiji é professora no Departamento de Antropologia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo. Vice-coordenadora do Laboratório de Imagem e Som em Antropologia (LISA-USP). Autora dos livros Imagem-violência - Etnografia de um cinema provocador (2013) e A música e o risco (2006), co-autora de Lá do Leste (2013), co-organizadora de  A experiência da imagem na etnografia (2016), Bixiga em Artes e Ofícios ( 2014), Antropologia e Performance (2013), Escrituras da Imagem (2004) e Imagem-Conhecimento (2009). Dirigiu ou co-dirigiu diversos filmes etnográficos, incluindo Afro-Sampas (2020), Woya Hayi Mawe - Para onde vais? (2018), Tabuluja (2017), Violão-Canção: Uma alma brasileira (2016), The Eagle (2015), Fabrik Funk (2015), A arte e a rua (2011), Cinema de quebrada (2008). Desenvolve atualmente a pesquisa "Ser/tornar-se africano no Brasil: Fazer musical e patrimônio cultural africano em São Paulo", em parceria com Jasper Chalcraft, com apoio da FAPESP. 

CURSOS EM QUE ATUA

Descubra como o cinema e a antropologia se combinam para representar a diversidade cultural

48h | 4 semanas

10x de R$ 68,00 até 19/09/2020

Descubra como o cinema e a antropologia se combinam para representar a diversidade cultural

48h | 4 semanas

10x de R$ 68,00 até 19/09/2020

Notícias relacionadas

Documentários brasileiros

Documentários brasileiros

Você curte documentários? Sabe o que caracteriza esse tipo de filme? Conhece a história do cinema documental no Brasil? Nesse artigo, vamos traçar um panorama sobre os documentários brasileiros, contextualizando a sua história, as fases mais significativas, e seu fortalecimento enquanto gênero. Ao final, você terá uma lista comentada de alguns documentários brasileiros essenciais para […]



Deixe seu e-mail e receba

Convite para eventos gratuitos, entrevistas e dicas, promoções e descontos


Pentagrama Consultoria e Sistemas