Patricia Oriolo

Patricia Oriolo

Roteirista para cinema, televisão e publicidade desde 91. Trabalhos em TV incluem “Supernanny”, “10 anos mais jovem”, “Esquadrão do Amor”, “A Liga”, “Pesadelo na Cozinha”, “MTV MIAW”, “Meus Prêmios Nick” e “Especial Fino da Bossa”. Em dramaturgia, sua primeira experiência na série cômica “Mothern”, do GNT, indicada ao Emmy Internacional em 2007. Estreou no cinema como roteirista e codiretora do documentário “Caminhoneiros”, selecionado para 31º Mostra Internacional de Cinema de São Paulo. Foi pesquisadora e produtora da série de 10 documentários “Mesa Brasileira”, que conta a história do Brasil através da alimentação. Roteirista-chefe da série de animação “Vivi Viravento”, com direção de Priscila Kellen e direção artística de Alê Abreu, exibida pela TV Cultura e Discovery Kids. Coordenadora do núcleo de desenvolvimento selecionado pelo PRODAV da produtora Movie & Art de São Paulo na animação “Saga Animal”, de autoria da escritora infantil Indigo. Coordenadora de desenvolvimento da animação, “Senninha na Pista Maluca”, produção NIP Animação, Gullane Filmes e Instituto Ayrton Senna. Foi jurada e consultora do laboratório de desenvolvimento nas três edições do concurso nacional “NetLabTV”, patrocinado pela NET. Coordenou o júri e atuou como script-doctoring dos filmes selecionados para o Festival de Curtas TNT 2016. É especialista em escrita criativa pelo Instituto Vera Cruz. E em 2010 publicou seu primeiro romance, “A Balada do Louco” (Arte e Ciência). Faz parte do 9º Núcleo de Dramaturgia do Sesi/British Council com a peça “A Vida útil do fósforo queimado”. Em 2017 começou o desenvolvimento de seu primeiro longa, “Carmello”.

Invista no Projeto AIC Lisboa

Com o projeto de expandir suas atividades, a AIC está em busca de investidores e parceiros para unir forças e tornar realidade o desenvolvimento de uma nova unidade da AIC em Lisboa. Se você,...