Marcelo Moraes

Formado em Comunicação Social na UFRJ, montou comerciais para tv de 1988 a 1999, quando editou seu primeiro documentário, "A Era dos Campeões", dirigido por Marcos Bernstein e Cesário Mello Franco. Nos anos seguintes montou vários docs do Evaldo Mocarzel, entre eles "À Margem da Imagem" e "Do Luto à Luta", tendo ganhado prêmios no Brasil e no exterior.

Estreou na ficção com "O Outro Lado da Rua", de Bernstein, vencedor da Mostra Panorama do Festival de Berlim de 2004. Em 2008 ganhou o prêmio da Academia Brasileira de Cinema pela montagem do filme "Meu Nome Não é Johnny". Nesse mesmo ano, ganhou o prêmio de melhor edição no NoSpot New York Festival, com o curta-metragem "Tarantinos Mind".

Em 2009 ganhou o Festival de Miami com o filme "Salve Geral", de Sérgio Rezende, com quem também trabalhou em "Zuzu Angel".

Na tv montou várias series, entre elas "Mandrake", "Mulher Invisível" e "Um Contra Todos", cujo ator principal, Julio Andrade foi indicado ao Emmy Internacional de melhor ator em 2017.

Atualmente soma mais de 40 títulos em seu portfólio, entre eles os maiores sucessos de bilheteria brasileiros, como "De Pernas Pro AR", "Os Homens São de Marte", "Loucas Para Casar" e "Minha Minha Mãe é Uma Peça".

Notícias relacionadas

Corpo Presente estreia dia 11 de outubro

Corpo Presente estreia dia 11 de outubro

Após participar de importantes festivais, como Cinemas Differénts (Paris), Ventana Sur (Buenos Aires), Cinema Luso Brasileiro (Portugal) e Mostra Tiradentes, o filme “Corpo Presente”, tem estreia em São Paulo no próximo dia 11, no Circuito Espaço Itaú de Cinema. Dirigido a quatro mãos, pelo professor Paolo Gregori em parceria com Marcelo Toledo, o filme é […]