Karen Akerman

Montadora, diretora, produtora, professora. Como montadora, colaborou em mais de 50 filmes [longas e curtas]. Recentemente, montou O processo, de Maria Augusta Ramos [Prêmio do Público no Festival de Berlim e IndieLisboa; Melhor Filme pelo juri oficial no Visions du Réel, DocumentaMadrid, IndieLisboa]; Em 2015, recebeu o Grande Prêmio do Cinema Brasileiro para Melhor Montagem de Ficção por O lobo atrás da porta, e em 2010 o mesmo prêmio para Melhor Montagem de Documentário por Simonal – Ninguém sabe o duro que eu dei. Seu trabalho como diretora, em parceria com Miguel Seabra Lopes, teve alargado reconhecimento nacional e internacional, com mais de 30 prêmios [para melhor filme, direção, montagem, fotografia, som, inovação artística, etc.] sendo exibido nos festivais DocLisboa, Rotterdam, Vision du Réel, Uppsala, IndieLisboa, Exis, NeMaf, Asiana, Brasília, Festival do Rio [entre outros 100 festivais] e em museus e galerias como a Tate Modern [Londres] ou o National Museum of Contemporay Art [Bucareste]. Atuou como professora convidada de Montagem no Curso de Documentário na Academia Internacional de Cinema. Ministrou workshops de montagem e laboratórios de montagem [como DocSP; PlataformaLab; BrLab; FRAPA; etc]. Atua como consultora para filmes em fase de montagem, tanto nacionais como internacionais. Organizou e curou as mostras Cinema de Montagem I e II. Sócia da produtora Pela Madrugada, produziu mais de 20 curtas metragens e coproduziu 2 longas metragens.

Notícias relacionadas

Los Silencios e Bixa Travesty recebem prêmios no Festival de Brasília

Los Silencios e Bixa Travesty recebem prêmios no Festival de Brasília

O filme Los Silencios, dirigido e roteirizado por Beatriz Seigner, ex-aluna da Academia Internacional de Cinema (AIC), ganhou o prêmio de melhor direção e melhor filme pela crítica Abraccine no 51º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro. O longa, que estreou em maio na Quinzena dos Realizadores do Festival de Cannes, narra a história de […]

Alfredinho, de Copacabana, para a Suíça

Alfredinho, de Copacabana, para a Suíça

Dentre os curtas produzidos no primeiro ano da Academia Internacional de Cinema (AIC) do Rio de Janeiro, “Alfredinho”, um documentário sobre um curioso personagem de Copacabana, entra em seu primeiro festival, o FIFF – Festival International de Film de Fribourg, e de cara já recebe seu primeiro prêmio, o CH Cinema Network Prize, um prêmio dado […]

Professores e Alunos AIC no Festival do Rio

Professores e Alunos AIC no Festival do Rio

De 01 a 14 de outubro acontece um dos mais prestigiados eventos do cinema brasileiro, o Festival do Rio. A Academia Internacional de Cinema (AIC) – que não poderia ficar de fora dessa grande festa do cinema nacional, será (muito bem!) representada com três curtas de alunas e professores. Os Filmes A mostra competitiva de […]

Professores no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro 2015

Professores no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro 2015

Ontem aconteceu a décima quarta edição do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro e dentre os vencedores e finalistas, muitos filmes que contaram com o trabalho e a participação de professores da Academia Internacional de Cinema (AIC). A professora Karen Akerman recebeu o prêmio de Melhor Montagem de Ficção por “O Lobo Atrás da Porta”, dirigido por Fernando […]