João Salaviza

João Salaviza é um diretor português, baseado em Lisboa. Seu segundo longa-metragem, Chuva é Cantoria na Aldeia dos Mortos (co-dirigido com Renée Nader Messora) estreou no Festival de Cannes e recebeu o Prêmio Especial do Júri – Un Certain Regard em 2018. O filme foi exibido em diversos países, alcançando 45 mil expectadores na França.

Seu longa de estréia, Montanha (2015) foi lançado na Semana da Crítica no Festival de Veneza. Veio na esteira de dois curtas premiados internacionalmente: Rafa (Urso de Ouro no Festival de Berlim 2012) e Arena (Palma de Ouro no Festival de Cannes 2009)

Seus filmes foram exibidos em prestigiados festivais e espaços culturais, incluindo Centre Pompidou, La Biennale di Venezia di Architettura, Malba Buenos Aires, Haus der Kulturen der Welt, Barbican Centre, Tabakalera, Casa de America Madrid, entre outros.

Seus curtas mais recentes tiveram estreia internacional na Berlinale: Altas Cidades de Ossadas (2017) e Russa (co-dirigido com Ricardo Alves Jr., em 2018). No momento prepara seu terceiro longa, a ser filmado no ano que vem no Brasil.

Notícias relacionadas

Diretores de Chuva é cantoria na aldeia dos mortos na AIC-SP

Diretores de Chuva é cantoria na aldeia dos mortos na AIC-SP

No próximo dia 9 de dezembro, às 18h, a Academia Internacional de Cinema (AIC) de São Paulo exibe o premiado filme Chuva é cantoria na aldeia dos mortos. A sessão será seguida de bate-papo com os diretores João Salaviza e Renée Nader Messora, mediado pelo coordenador acadêmico da AIC Martin Eikmeier. O longa, que percorreu […]

Palestrantes Convidados

Palestrantes Convidados

Muitos realizadores brasileiros e de outros países já passaram pela Academia Internacional de Cinema (AIC) ao longo dos anos, dando continuidade a um debate sobre arte, mercado e a cultura nacional e internacional do cinema. Foram palestras, aulas especiais, workshops, exibições de filmes, discussões e bate-papos com muitos diretores, além de produtores, fotógrafos, diretores de […]