Edson Secco

Artista Sonoro com formação em música, tecnologia e cinema, atua como músico, compositor e sound designer. Vencedor de 3 prêmios de melhor desenho de som (Brasília, 2010 e 2013, Gramado, 2013), assina as composições de "Vaticano", de Walter Salles, "Depois da Chuva", de Cláudio Marques, “Transeunte” de Eryk Rocha, "Exilados do Vulcão" e “Diário de Sintra” de Paula Gaitán e “Terras” de Maya Da-Rin. Como músico e performer participou de diversos projetos e festivais, entre eles o Share Festival-2012 em New York. Também compôs trilhas originais para os espetáculos do dramaturgo Gerald Thomas, para a montagem teatral de “O Ovo e a Galinha”, de Clarice Lispector e para o espetáculo de dança “Nijinski Casamento com Deus”. Produziu diversas instalações sonoras, entre elas as exposições de Rogério Sganzerla (Ocupação Sganzerla), Miguel Chikaoka (H2Olhos) e Paula Gaitán (Imagem da Imagem). Integrou o Remote Project, projeto espanhol envolvendo artistas de diversas áreas vindos do Brasil, Espanha e Noruéga.

Notícias relacionadas

A AIC no Festival de Brasília

A AIC no Festival de Brasília

O Festival de Brasília é considerado um dos mais importantes do Brasil, é o mais antigo evento dedicado ao cinema nacional no país. Os números são grandes e expressam sua importância no cenário brasileiro; o festival recebeu 132 inscrições de longas e todos os filmes finalistas são inéditos no país, já entre as produções selecionadas de curta […]

Participação Especial do premiado diretor pernambucano Marcelo Pedroso no curso de Férias de Documentário da AIC

Participação Especial do premiado diretor pernambucano Marcelo Pedroso no curso de Férias de Documentário da AIC

Em janeiro de 2015 começa mais um curso Intensivo de Férias de Documentário da Academia Internacional de Cinema – AIC, e mais uma vez terá uma presença ilustre, o premiado diretor Marcelo Pedroso. No festival de Brasília de 2014, Marcelo Pedroso foi considerado o melhor diretor pelo seu primeiro longa-metragem de ficção “Brasil S/A”, que […]