Alex Araripe

Alex Araripe é carioca do Méier.

Foi no segundo grau, dirigindo o cineclube do colégio, que teve seus primeiros contatos com o áudio-visual

Bacharel em cinema pela Universidade Federal Fluminense, formou-se em fotografia no Senac e desde os anos 90 vem atuando no mercado áudio- visual.

Foi cinegrafista da extinta TV Búzios, um projeto experimental de TV comunitária na Região dos Lagos Fluminense, e por conta da ECO-92, acabou indo morar na Amazônia onde trabalhou como fotógrafo para a “Tv Mocoronga” do  Projeto Saúde Alegria,  uma rede de comunicação popular na região do Baixo Amazonas.

De volta ao Rio de Janeiro  fotografou mais de 20 curtas-metragens, com destaque para os premiados “Bela e Galhofeira” e “O Resto é Silêncio” de Paulo Halm

Em 1996 Ingressou na Globosat onde atua  como editor artístico do Departamento de Comunicação e Branding

Atuando como diretor de fotografia nas áreas de cinema, televisão e publicidade, foi indicado em 2009, ao prêmio ABC de cinematografia com o filme “Gelo”, produzido para os canais Telecine. Na área  de promos para tv tem dirigido e fotografado várias campanhas com destaque para as premiadas   “120 anos de Cinema”, “Telecine Ferro” , “Vá ao Cinema”,  “Paz no Futebol “ e  “Maratona Velozes e  Furiosos “

Recentemente fotografou as séries “Ernesto – o Exterminador de Seres Monstruosos” exibida na TV Brasil , “Estados da Arte” e “Roda de Choro”,  ambas para o canal Curta.

Além da atuação como diretor de fotografia ministrou cadeiras de Fotografia e Iluminação de Cinema na Universidade Estácio de Sá por 7 anos e vem desenvolvendo um trabalho autoral de pesquisa em artes visuais. Em março deste ano realizou sua primeira exposição individual no espaço Z42 em Laranjeiras.