ESCOLHA

Dois Semestres de Documentário Inventivo

Documentário de forma ampla e inventiva. O curso de Formação Livre em Documentário foi pensado para quem deseja uma formação mais extensa nas questões teóricas, estéticas, éticas, técnicas e práticas da realização de filmes documentais. Com duração de quase um ano, a formação oferece ao aluno aulas expositivas teóricas baseadas em análises de filmes, participação em discussões com documentaristas renomados e elaboração, formatação e realização de um filme documental de média-metragem, com potencial para que o aluno estenda o projeto para um longa ou o transforme em um curta, após o curso.

As aulas apresentam uma ampla gama de possibilidades de estratégias de concepção, criação e produção de filmes sobre realidades diversas, indo além das regras básicas do documentário e da tradicional reportagem jornalística.

O curso se caracteriza e reforça a inventividade, a subjetividade no olhar do realizador, incentivando a produção de filmes de invenção, nos quais a autoria está presente nas formas de narrar histórias e de produzir linguagens. Nessa concepção inventiva, o filme documental pode, inclusive, abrir-se ao universo de trocas com outras linguagens artísticas, tais como as artes visuais, a poesia literária, a dança, o teatro, a performance e tantas outras.

Na parte prática, o aluno produzirá um documentário média-metragem e terá a experiência de todas as fases da realização documental: desde a escolha do tema e pesquisa de campo, a elaboração do pré-roteiro e a gravação, o roteiro final e a montagem, sempre contando com a assessoria técnica e conceitual de professores experientes.

O curso ainda conta com aulas especiais de diretores, documentaristas e profissionais convidados para ampliar o repertório dos alunos e inseri-los na complexa discussão contemporânea da construção da realidade.

Os filmes realizados durante o curso serão analisados e orientados para que os alunos saiam do Curso de Formação Livre carregando um trabalho que possa, mais tarde, ser adaptado à versão curta ou longa metragem – a depender das características do projeto – permitindo que os alunos pensem seus trabalhos para as mais diversas janelas e telas.

GRADE CURRICULAR

• Modos de construção da realidade: expositivo, direto, interativo, poético, reflexivo e performativo
• Procedimentos e decisões como autor, diretor, produtor e roteirista de filmes documentais

• Possibilidades de escolha na articulação dos elementos da linguagem cinematográfica (a narração, a entrevista, a ação, a observação, a montagem e a reflexividade no processo de realização)
• Inventividade nas definições estéticas e narrativas

• Definições de conceitos de direção e para as estratégias e procedimentos iniciais de produção

• História do Cinema Documental a partir das inovações estéticas
• Perspectiva histórica contemplando e relacionando as transformações das linguagens com as mudanças nos contextos sociais, políticos, culturais de seus objetos

• Os filmes documentais como agentes culturais e sociais

• O documentário como gênero transformador dos caminhos estéticos do Cinema

• A escrita do Projeto como peça fundamental para realização do filme
• Etapas de elaboração: o argumento audiovisual, o tratamento, a eleição dos objetos, os modos de abordagem, os personagens, a estrutura até a montagem

• Escrita como processo criativo

• Conceitos aplicados ao audiovisual: estilo; figuras de linguagem; estrutura dramática; estratégias de comunicação e redação de projetos, entre outros

• O processo de produção como uma fase de elaboração conceitual e criativa

• Estratégias estéticas incorporadas e deflagradas pelo processo de produção

• Ferramentas de organização de produção: Análise Técnicas,tabelas, planilhas, Ordem do Dia, Plano de Filmagem, Orçamentos etc

• A intensa relação que se estabelece entre entrevistado e entrevistador
• Comportamento do entrevistador em favor de um resultado audiovisual significativo, dentro de contornos éticos sustentáveis

• Exercícios com a câmera e o som

• Atitudes do entrevistador e da equipe

• Breve introdução às técnicas e possibilidades de linguagem da fotografia
• Utilização da luz natural, luz artificial

• Manuseio da temperatura de cor, balanço de branco WB, diafragma, operação e controles
• O uso do tripé, enquadramento e escolha da profundidade de campo

• Utilização de recursos de movimento de Câmera: trilhos, mini-steadycam.
• Composição, regra dos terços, angulações de câmera, câmera subjetiva e objetiva e procedimentos de gravação

• Breve introdução às técnicas e possibilidades estéticas do som direto
• Processo de criação e os cuidados técnicos com o som

• Diferentes técnicas e linguagens sonoras em documentários

• Soluções criativas e experimentações possíveis na captação e na pós-produção

• Conceitos de montagem narrativa e montagem expressiva
• A montagem como escrita inventiva do documentário

• Apresentação às ferramentas de edição
Método eficaz de manuseio e organização do material bruto

• Fluidez do trabalho de edição

• Trocas estéticas entre o documentário e as demais linguagens artísticas (artes plásticas, performance, dança, teatro etc.)

• Estudo de caso de projetos de hibridismo

• O filme documental sem amarras de definições de gênero

• O filme documentário como produto cultural
Caminhos e principais estratégias de divulgação do documentário no mercado de distribuição, exibição, veiculação e vendas

• Circulação em festivais, janelas de TV a cabo e internet

• Editais, formas de financiamentos e patrocínios de obras cinematográficas

O MELHOR CORPO DOCENTE DO MERCADO

Selecione a Unidade e Horário
para exibir Corpo Docente, Estrutura e Investimento


SELECIONE A UNIDADE E HORÁRIO
Para exibir Corpo Docente, Estrutura e Investimento