PROFESSORES LEVAM AIC AO FESTIVAL DO RIO

O Festival do Rio começa no dia 06 de outubro e a Academia Internacional de Cinema também fará parte dessa festa com os trabalhos de alguns dos professores da casa. São eles: a ficção “Demônia – Melodrama em 3 Atos” produzida por Roney Freitas, professor do curso Filmworks, com direção de Fernanda Chicolet e Cainan Baladez, o Longa “Fala Comigo” de Felipe Sholl, professor convidado, o curta “Love Snaps” de Rafal Lessa, professor do Curso de Formação Livre em Roteiro e Daniel Ribeiro também professor convidado e o já mencionado “Se Por Acaso” do professor Pedro Freire.

OS FILMES
Demônia - Foto: Divulgação

Demônia – Foto: Divulgação

A ficção “Demônia” acompanha a discussão de um casal que tem sua intimidade exposta de maneira sensacionalista por uma TV. Mas Dêmonia é um ser endiabrado ou uma mulher má?

No filme, além de Roney Freitas, participaram outros dois professores da AIC, André Luiz de Luiz, na fotografia e Dicezar Leandro, na Direção de Arte.

Detalhes e as sessões de “Demônia”, clque aqui.

“Fala Comigo” conta história de Diogo, um adolescente de 17 anos que

Fala Comigo Foto: Divulgação

Fala Comigo Foto: Divulgação

gosta de ficar ligando para as pacientes de sua mãe psicanalista e se masturbar enquanto as ouve. Uma dessas pacientes é Ângela, 43, que acabou de ser abandonada pelo marido. Quando Diogo liga para Ângela e não fala nada, ela pensa ser o marido na linha. Ao descobrir que é Diogo, sente raiva, repulsa. Mas principalmente sente-se atraída por essa pessoa que liga para ela todo dia. Eles se sentem atraídos um pelo outro e precisam encontrar uma maneira de permanecerem juntos. Mas os obstáculos são inúmeros. ​Tem a Direção e o Roteiro assinados por Felipe Sholl.

Detalhes e as sessões de “Fala Comigo”, clique aqui.

Love Snaps - Foto: Divulgação

Love Snaps – Foto: Divulgação

“Love Snaps” é um curta dirigido e escrito por Daniel Ribeiro e Rafael Lessa, além de contar com o próprio Rafael no elenco. O filme traz a história de Rafael, viciado aplicativo Snapchat, e publica vídeos de seu namorado o tempo todo, porém, não acha que suas postagens sejam excessivas, até que passa dos limites ao postar um vídeo íntimo. Rafael precisará então escolher entre dar vazão ao seu vicio em redes sociais e salvar seu relacionamento. O filme foi todo captado através do aplicativo Snapchat.​

Detalhes e as sessões de “Love Snaps”, clique aqui.

“Se Por Acaso”, de Pedro Freire traz em sua história um povoado esquecido no interior de Cuba, um velho assiste a um filme feito há 14 anos. É um filme sobre o amor na adolescência, um menino sem mãe e crianças zumbis. ​

Se por Acaso - Foto: Divulgação

Se por Acaso – Foto: Divulgação

Detalhes e as sessões de “Se Por Acaso”, clique aqui.

O FESTIVAL

Este ano, o evento apresenta algumas novidades, como o número de dias; nessa edição serão 11, em comparação com as edições anteriores que contavam sempre com 15 dias, e mudanças em alguns lugares onde acontecem exibições e eventos.

A sessão de abertura, que apresentará o longa “o “Arrival”, de Denis Villeneuveem, será realizada pela primeira vez na Cidades das Artes, na Barra da Tijuca. Outra novidade é na Mostra Première Brasil, a dos filmes nacionais. Suas noites de gala serão no Cine Roxy, em Copacabana, deixando o Cinépolis Lagoon, fechado.

O Boulevard Olímpico, no Centro, será palco das exibições gratuitas. Uma nova tela de cinema será erguida ali, especialmente para o evento.

O Festival do Rio começa em 06 de outubro e se espalhará pela cidade, serão 21 salas do Rio e duas em Niterói, até o dia 16.

Acompanhe a programação completa do Festival no site.