Renata Mizrahi

Renata Mizrahi

Estudou Artes-Cênicas na UNIRIO, na Oficina de Autores da Globo e Cinema na EICT em Cuba (Escuela Internacional de Cine e TV). No Teatro é vencedora do Prêmio Shell 2014 por “Galápagos”. Ganhou os prêmios Zilka Salaberry de Melhor Texto em 2012 e 2010, pelas peças “Coisas que a gente não vê” e “Joaquim e as estrelas”. Foi indicada ao Prêmio Cesgranrio (2014) por Galápagos e “Silêncio!”. Por “Galápagos” também foi indicada a melhor texto indicada ao Prêmio APTR (2014).  Por “Silêncio!” também foi indicada a melhor texto FITA 2014.   Em 2015 estreou a comédia “WAR”, com direção de Diego Molina, obtendo sucesso de público e crítica.

Em 2014 teve seu esquete “Isso Foi Apenas Uma Cena Curta” encenado em Londres no evento “Vozes Contemporânea do Brasil” no Theatre 503. Em 2013, foi indicada ao Prêmio FITA 2013 de Melhor Texto e Revelação de Melhor Direção pela sua peça adulta “Os Sapos.” Escreveu mais de 15 peças já encenadas.

Trabalhou como roteirista da Conspiração Filmes em 2011. Trabalhou como roteirista da Rede Globo em 2013/2014.

Fez parte da equipe de roteiro do programa inédito para o GNT da atriz Fernanda Torres “Minha Estupidez”. Escreve o programa “Tem Criança Na Cozinha” do canal Gloob desde de sua primeira temporada. Escreveu a Segunda Temporada da Série “Homens São de Marte, é Pra Lá que Eu Vou” do canal GNT. Desenvolveu uma série infanto-juvenil pela produtora Pávirada Filmes, com direção de Iberê Carvalho. Idealizou, escreveu e produziu o curta metragem “Bodas” com Othon Bastos e Suzana Faini, que foi lançado em 2016 no Festival de Canes. Idealizou e escreveu o curta “Os sapos.  Escreveu com Tuca Siqueira o roteiro do longa-metragem “Amores de Chumbo”, orientado por Miguel Machalski, que estreia em 2017.