Reinaldo Cardenuto

Reinaldo Cardenuto

Doutor em Ciências pela ECA-USP, onde desenvolveu a tese “O cinema político de Leon Hirszman (1976-1981): engajamento e resistência durante o regime militar brasileiro” (2014). Professor de Roteiro e de História do Cinema na Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP), atualmente coordena um projeto de curadoria e de resgate da obra do artista plástico Antonio Benetazzo, assassinado pelo regime militar brasileiro em 1972. Durante 2003 e 2005, foi programador de cinema no Centro Cultural São Paulo e realizador de mostras no Centro Cultural Banco do Brasil. E entre 2005 e 2007, enquanto terminava o mestrado em Ciências da Comunicação na ECA-USP, trabalhou como assessor do Secretário Municipal de Cultura Carlos Augusto Calil, coordenando um projeto para a recuperação de várias bibliotecas municipais de São Paulo. Como documentarista, dirigiu alguns filmes de curta-metragem, dentre eles “Improvise!” (2004), sobre coletivos audiovisuais na periferia paulistana, e “Entre Imagens” (intervalos), realizado no ano de 2015, em parceria com André Costa, acerca da obra de Antonio Benetazzo. É graduado em jornalismo (PUC-SP) e em Ciências Sociais (USP).