EDUARDO BORDINHON

EDUARDO BORDINHON

Ator, professor e mestre em Artes da Cena pela Unicamp (2015).  Em sua trajetória, teve aulas com artistas como Fernando Leal (Interpretação para cinema e TV, 2011-2012), Beto Brant (Cinedança, 2012), Pedro Maciel Guimarães (O ator como forma fílmica, 2013) e Luiz Mário Vicente (Interpretação para cinema, 2014). Seus trabalhos mais recentes são os longas “Amador” (Cristiano Burlan -2014), “Corte Seco” (Renato Tapajós – 2014) , “Hamlet” (Cristiano Burlan – 2015) e “Na Selva das Cidades” (André Sousa e João Sousa Cardoso), além de diversos curtas, onde trabalhou como ator ou assistente na direção dos atores.  No teatro é membro da Cia de Teatro Acidental, com ela realizando trabalhos com Rubens Brito (Sacra-Folia, 2006) Marcelo Lazzaratto (Mahagonny, 2008) e Carlos Canhameiro (O Rinoceronte, 2011 e O que você realmente está fazendo é esperar o acidente acontecer, 2014) e Clayton Mariano (Peça Esporte, 2015).