Diogo Dahl

Diogo Dahl

Começou a trabalhar como produtor com Luiz Carlos Barreto. A frente da Coqueirão Pictures desde 2009, Diogo produziu o longa-metragem documental “Cinema Novo”, vencedor do Olho de Ouro no Festival de Cannes de 2016 como melhor documentário, a ficção “Dores de Amores”, a série “O Brasil de Darcy Ribeiro”, além de criar o selo Fla Filmes, pioneiro no mercado audiovisual esportivo.