O curta-metragem “Irene”, dos alunos Patrícia Galucci e Victor Nascimento, concorre no Merlinka, na Sérvia

Depois de ganhar os prêmios de Juri Popular e Melhor Diretor Estreante no Festival Entretodos, “Irene” continua emplacando em outros Festivais. O filme acaba de ser selecionado para competição no Merlinka International Queer Film Festival, na Sérvia.

Além desses, o filme também foi selcionado para o For Rainbow, em Fortaleza, para o Festival de Curtas de BH, em Minas Gerais, para o Close, Festival de Diversidades do Rio Grande do Sul, para o Hamburg International Queer Film Festival, na Alemanha e para o LlamaleH, no Uruguay.

O filme conta a história de Irene, uma senhora que vive reclusa numa casa de campo. Quando sua neta decide aparecer inesperadamente para uma visita junto com sua amiga, a reclusão de Irene é perturbada e ela começa a reviver sentimentos que pareciam esquecidos.

Irene é um filme curricular feito no terceiro semestre do FILMWORKS, o Curso Técnico em Direção Cinematográfica da AIC. Victor e Patrícia estão muito felizes com o sucesso do curta e contam um pouco de como tudo aconteceu: “Apesar de a história surgir muito rapidamente, a produção foi complicada, por ser fora de São Paulo. Ficamos um final de semana inteiro no interior, tivemos que alugar casa, equipamentos, van, cozinheira e tudo mais. Foi muito difícil todo o processo, mas o mais importante foi que toda a equipe embarcou na ideia, principalmente a protagonista Iná de Carvalho que já é uma atriz experiente e podia não entender bem o cinema de guerrilha que estávamos fazendo. O resultado está sendo impressionante, o filme está fazendo carreira em festivais nacionais e internacionais, o que é muito bom para nós, diretores estreantes, como para todas essas pessoas que apostaram no projeto e fizeram ele acontecer”.

*Foto: Pepe Mendes