“Mataram Meu Irmão”, de Cristiano Burlan, tem distribuição garantida

O diretor e professor da Academia Internacional de Cinema, Cristiano Burlan, acaba de fechar acordo com a Lume Filmes, empresa Maranhense que distribui filmes autorais para mais de 60 salas em 14 estados brasileiros, além de distribuir títulos no mercado de TVs fechadas e abertas, Itunes, Netmovies e outras janelas de exibição. A Lume será responsável pela distribuição do documentário “Mataram Meu Irmão”, vencedor da última edição do É Tudo Verdade.

Frederico Machado, presidente da Lume, disse para o jornalista Edu Fernandes, do site Saraíva Conteúdo, ter visto o filme e gostado muito. E completa, “acredito em suas qualidades e em um potencial de fazer um belo público”. A princípio, o filme será lançado comercialmente em dezembro.

“Mataram meu Irmão” reconstrói, por meio de relatos de parentes e amigos, o assassinato de Rafael Burlan, irmão de Cristiano, morto com sete tiros, em 2001. Além de uma jornada pessoal, o filme retrata a violência de bairros da periferia paulista, como o Capão Redondo, onde ele morava com a família.

Mais Festivais…

O documentário também aumentou a lista de festivais. Ele estava em competição no Festival curitibano Olhar de Cinema e no Cinesul – XX Festival Ibero-Americano de Cinema e Vídeo, que estava acontecendo no Rio de Janeiro. Neste último, ganhou uma menção honrosa de melhor documentário.