José Wilker fala sobre Leis de Incentivo

 

O ator, diretor e produtor José Wilker fechou a Semana de Orientação da AIC, no último dia 10, debatendo temas sobre produção, direção e atuação.

Com o auditório lotado, Wilker começou relembrando um pouco da história da indústria norte-americana de cinema e também das décadas de 1920 e 1930 do cinema brasileiro. Depois de recapitular alguns pontos aureos da produção brasileira, retornou ao presente: “Hoje vivemos um impasse. Estamos dependentes das Leis de Incentivo. Criamos uma política assistencialista para fazer cinema. Além disso, montamos um sistema em que o produtor recebe antes do filme dar lucro. O Produtor, aqui no Brasil, vive de captar recursos de filmes que não são vistos”, comenta Wilker.

O bate-papo entre o ator, alunos e convidados também trouxe questões interessantes sobre direção de cena, atuação para o cinema, gêneros do cinema nacional, espaços em grandes salas para as produções nacionais, novas tecnologias e Oscar.

Para finalizar, Wilker aconselhou os alunos: “Não dá para começar pensando em sucesso ou prêmios. Pensem em acumular informação e ideias.”.