Hamlet estreia no festival de Cinema Latino-Americano de São Paulo

hamlet

Hamlet é vivido pelo também professor da AIC, Henrique Zanoni. Foto: Charlene Rover

Hamlet, o novo filme do professor da Academia International de Cinema (AIC), Cristiano Burlan, estreia no 9o Festival de Cinema Latino-Americano de São Paulo, no próximo dia 24, no Cine SESC.

“Eu sempre admirei e frequentei o Festival de Cinema Latino-Americano e fazer a primeira exibição do filme nele faz com que eu me sinta lisonjeado. Ainda mais nesse ano, em que o festival abriga muitas estreias. Quando você realiza um filme nas condições em que eu realizei, ter uma projeção pública dele já é um fato a ser comemorado, então, deixo as expectativas pro público”, comenta Burlan.

A História

A partir do assassinato de seu pai por seu tio, Hamlet é obrigado a enfrentar as contradições pessoais e do mundo a sua volta. Em uma desconstrução de si mesmo, Hamlet mergulha na eterna questão sobre o sentido da existência.

Hamlet

A atriz Ana Carolina Marinho, interpretando Ofélia. Foto: Charlene Rover

A produção é uma livre adaptação da tragédia de William Shakespeare. O filme se passa na metrópole de São Paulo e conta com as vozes dos personagens e as dos próprios atores para conduzir a ficção. Parte daquilo que aconteceu nas coxias do teatro de Shakespeare estão desnudas em frente à lente. A tragédia, outrora ambientada dentro do castelo, acontece também nas ruas da grande cidade e é exatamente nesse espaço público que os impulsos privados afloram. Até onde leva a vingança?

Cristiano Burlan

Cristiano Burlan diz que talvez o filme seja sobre esse desejo primitivo de vingança, que arranca os pensamentos do lugar de abrigo e os destina a fatalidade.

“Eu já tentei vingar a morte do meu irmão, fiquei de tocaia esperando os assassinos passarem e fracassei. Guardo até hoje uma bala para matar o assassino de minha mãe. Mas nunca serei capaz. Talvez seja sobre isso o filme, sobre esse desejo primitivo que arranca os pensamentos do lugar de abrigo e os destina a fatalidade. E ai, diante da tragédia de cada um, resta decidir o destino fatal. Hamlet decidiu o dele.”, afirma o diretor.

Elenco e Equipe Técnica contam com professores e alunos da AIC

O elenco conta com o também professor da AIC, Henrique Zanoni como Hamlet, o crítico de cinema Jean-Claude Bernardet, que faz o papel do fantasma do rei morto, a atriz potiguar Ana Carolina Marinho que interpreta Ofélia e no papel do rei Cláudio, o ator Luiz Fernando Resende, que participou do filme Hitler 3o Mundo de José Agripino de Paula. A professora Rejane Arruda também participa do elenco.

Além de Henrique e Rejane, participaram do filme os professores: Cláudio Gonçalves, que fez o som direto e Rafael Nobre que fez a Direção de Fotografia. Entre os alunos estão: Charlene Rover (Foto Still), Isadora Corrêa (Maquiagem), Link Chessa (Assistente de Direção), Gabriel Manso (logger), Pedro Leite e Grace Pinto (Montagem).

“O ambiente acadêmico é, antes de mais nada, um lugar de encontro. Tive a possibilidade novamente de trabalhar com dois parceiros e professores da AIC, o Rafael Nobre assinando a fotografia e o Cláudio Gonçalves o som direto. Trazer os alunos para dentro de um set é uma possibilidade de dar concretude ao que trabalhamos em sala.”, conta Burlan.

Assista ao Teaser do Filme:

Teaser Hamlet from Bela Filmes on Vimeo.

 

Ficha técnica

Direção: Cristiano Burlan – Roteiro: Cristiano Burlan e Henrique Zanoni  - Produção: Bela Filmes - Diretora de produção: Mariela Lamberti de Abreu – Fotografia: Rafael Nobre – Montagem: Grace Pinto e Pedro Leite – Elenco: Henrique Zanoni, Jean-Claude Bernardet, Ana Carolina Marinho, Luiz Fernando Resende, Suia Legaspe, Paulo Bordhin, Gustavo Canovas, Eduardo Bordinhon e Rejane Arruda – Trilha Sonora: Guilherme Garbato e Gustavo GarbatoDistribuição: Bela Filmes.

Gênero: Drama
Cor: Preto e branco
Duração: 90 minutos

Serviço

Festival de Cinema Latino-Americano de São Paulo
Dia 24 de julho.
Local: Cine SESC – Rua Augusta, 2075 – Cerqueira César – São Paulo – SP