Diretor Kevin Macdonald em aula aberta na Academia Internacional de Cinema do Rio de Janeiro

Dia 09 de junho o diretor escocês Kevin Macdonald, premiado por sucessos como “O último rei da Escócia” e os documentários “Being Mick” e “Marley”, estará na Academia Internacional de Cinema (AIC) do Rio de Janeiro para aula aberta e gratuita (mediante pré-inscrição) sobre questões fundamentais na direção de documentário e ficção.

Pré-inscrição para palestra gratuita de Kevin Macdonald

Na palestra, com duração de 3 horas, o diretor também revisita a sua obra, mostrando trechos de filmes como ”O último rei da Escócia”, “Munique, 1972: Um Dia em Setembro”, “Marley”, e “Being Mick”, inédito no país, sobre a vida do astro do rock Mick Jagger. Kevin, que dirigiu nomes como Forest Whitaker, Russell Crowe e Jude Law, também vai explorar temas como a direção de atores e o roteiro no documentário e na ficção.

Antes de vir ao Rio, o diretor passa por São Paulo, para uma mostra de cinema em sua homenagem, corealizada entre 21º Cultura Inglesa Festival e a produtora BigBonsai.

“Kevin é um dos grandes diretores da atualidade que transita extremamente bem entre o documentário e a ficção, sendo premiado com Oscars nos dois formatos”, comenta Deborah Osborn, sócia da produtora BigBonsai,  responsável pela vinda de Kevin ao Brasil, e curadora da mostra em homenagem ao diretor.

A aula será ministrada em inglês mas haverá um tradutor para esclarecer dúvidas pontuais dos participantes.

Mais sobre Kevin Macdonald

Diretor escocês de 49 anos e vencedor de dois Oscars, é um dos mais reverenciados diretores de sua geração. Premiado nos mais consagrados festivais de cinema do globo, trabalha com documentários revigorantes e ficções inspiradoras. Em 2006, “O Último Rei da Escócia” levou o prêmio da Academia de Melhor Ator para Forest Whitaker, além de 3 BAFTAs de Melhor Filme Britânico, Melhor Ator e Melhor Roteiro Adaptado. “Tocando o Vazio” ganhou o prêmio de Melhor Filme no The Evening Standard British Film Awards e no BAFTA, sendo que, neste último, foi o primeiro documentário a vencer uma ficção na história da premiação. Já “Munique, 1972: Um Dia em Setembro”, que explora um dos maiores atentados terroristas da história do esporte, ganhou o Oscar de Melhor Documentário em 2000 e o Emmy na mesma categoria. Na sequência, Kevin foi considerado o Melhor Diretor pelo festival indie de cinema British Independent Film Awards. O diretor recebeu excelentes críticas pelo documentário “Marley”, biografia do lendário cantor jamaicano Bob Marley. Recentemente dirigiu o documentário “Sky Ladder: The Art of Cai Guo-Qiang” para o Netflix, sobre o artista contemporâneo chinês Cai Guo-Qiang. Atualmente prepara um documentário sobre a cantora Whitney Houston.

*Imagem divulgação

PALESTRA GRATUITA

09/06 (sexta-feira), às 19h
Academia Internacional de Cinema do Rio de Janeiro
R. Martins Ferreira, 77, Botafogo
Tel.: (21) 2537-8183
Capacidade do local: 80 pessoas (evento sujeito à lotação do espaço)