Dia 15, Beto Brant na AIC São Paulo

Beto Brant, diretor do premiado “O Invasor” (2002) e de “Pitanga” (2016), seu novo filme-documentário, estará na Academia Internacional de Cinema (AIC) de São Paulo no próximo dia 15 (quarta-feira). Além do bate-papo com o cineasta, o evento conta com a exibição do documentário “Pitanga”, ainda inédito nos cinemas. A programação faz parte da 12ª edição da Semana de Orientação, evento gratuito e aberto ao público (mediante a inscrição), que abre o ano letivo do Curso Filmworks – o curso técnico em Direção Cinematográfica da AIC.

Para participar do evento inscreva-se aqui

Vencedor do prêmio de Melhor Filme Latino-americano no Sundance Film Festival com “O Invasor” (2002), Beto também dirigiu os filmes “Os Matadores” (1997), “Ação Entre Amigos” (1998), “Crime Delicado” (2005), “Cão sem Dono” (2007), “O Amor Segundo B. Schianberg” (2009), “Eu Receberia as Piores Notícias dos Seus Lindos Lábios” (2012), o episódio KREUKO do filme “Mundo Invisível” (2013), o documentário “Pitanga” (2017) e “Zócalo”, rodado no México e em fase de finalização.

Pitanga

pitanga, beto brantO documentário é sobre a vida, a obra e a carreira de Antônio Pitanga, um dos maiores atores do cinema nacional, protagonista de momentos marcantes da cinematografia brasileira e protagonista de filmes importantes dirigidos por nomes como Glauber Rocha, Cacá Diegues e Walter Lima Jr.

Em crítica do jornalista (e professor da AIC) Rodrigo Fonseca, para o caderno de Cultura do Estadão, Pitanga é muito mais que um documentário. “Pitanga, exercício poético de difícil rotulação, que se fantasia de documentário, embora comece como jira de malandro, e, ao longo de 110 minutos se imponha na tela grande como uma revisão crítica do cinema brasileiro. Não se trata de um filme sobre Pitanga (o ator, o político, o Don Juan) e sim de um filme com Pitanga, uma quase-ficção ou poema-processo da mesma ordem, cuja Estrela de Belém é a saudade”, escreve Fonseca para o jornal. (Para ler matéria completa, clique aqui)

O filme será exibido às 17h30, no estúdio da AIC e às 19h30 começa o bate-papo com o diretor.

A Semana de Orientação

Em sua 12ª edição, a Semana de Orientação tradicionalmente inaugura o ano letivo do FILMWORKS – Curso Técnico em Direção Cinematográfica e movimenta os debates sobre criação cinematográfica. Este ano o evento acontece em São Paulo e no Rio de Janeiro entre os dias 14 e 16 de fevereiro e além de Beto Brant, conta com a com exibição de filmes e palestras de outros grandes nomes do cinema nacional, entre eles Wagner Moura, José Luiz Villamarim, Marina Person, Marçal Aquino e Emilia Silveira. O evento é gratuito e aberto ao público, mediante a inscrição prévia.

Desde a sua primeira edição, em 2006, diversos cineastas de já estiveram na AIC, ampliando as discussões sobre cinema contemporâneo, entre eles o fotógrafo polonês Grzegorz Kedzierski (“Avalon”), o ator e diretor Joshua Leonard (“Bruxa de Blair”), a diretora argentina Lucrecia Martel (“A Menina Santa”), a diretora de arte Vera Hamburger (“Carandiru”), o roteirista Bráulio Mantovani (“Tropa de Elite” e “Cidade de Deus”), o documentarista João Moreira Salles (“Santiago”), o diretor boliviano Juan Carlos Valdivia (“Zona Sur”), o diretor chileno Sebastián Silva (“La Nana”, “Magic Magic”), o ator José Wilker, entre tantos outros.

Para participar, faça sua inscrição aqui.

SERVIÇO:

Beto Brant na AIC
Dia 15/02
17h30: Exibição de “Pitanga” (ainda inédito nos cinemas)
19h30: Bate-Papo com o diretor
Rua Dr. Gabriel dos Santos, 142, Santa Cecília, São Paulo, SP
Tel. 11 3826-7883 – Próximo ao metrô Marechal Deodoro