Desconsolo em quatro festivais

ATT00004A Academia Internacional de Cinema mais uma vez está sendo bem representada nos festivais de cinema do país. Dessa vez, o curta-metragem “Desconsolo” de Jardel Tambani, aluno do curso de formação em cinema Filmworks, acaba de ser selecionado em quatro festivais.

O Festival Internacional de Cinema da Bienal de Curitiba e a 8ª Mostra CineBH, que acontecem no final de outubro e o 4º Festival de Cinema Universitário de Alagoas e a 8ª Mostra Curta Audiovisual de Campinas que acontecerão em novembro. Já, a primeira exibição do “Desconsolo” foi no Filmworks Film Festival de 2014, da própria Academia, e levou o prêmio de melhor ator para Henrique Larré, do longa “Os Famosos e os Duendes da Morte”. O curta promete.

 

A IDEIA

ATT00003O filme retrata a história de Pedro, um garoto que está partindo de sua cidade natal e em sua última semana, faz registros dos habituais pontos de encontro, de sua casa, seu quarto, sua mãe e assim, o curta consegue apresentar as delicadas relações que envolvem o personagem.

“’Desconsolo’ surgiu da vontade de partilhar um pouco da minha experiência sobre partidas, de tratar sobre a dificuldade de falar sobre as coisas”, revela Jardel. “Apresentei o roteiro para o Diego Sá, ex-aluno da AIC e enquanto isso, eu já estava negociando com a prefeitura de Ibirama, minha cidade natal, um suporte para gravar o filme lá, pois queria aproveitar da atmosfera peculiar e da própria familiaridade com o local”.

 

 

PRODUÇÃO, FOTOGRAFIA E MONTAGEM

Tambani assina a direção do curta, mas teve muita ajuda na concepção do filme. Camila Watanabe ficou com a produção, Miguel Horta com a fotografia e montagem, ambos, alunos do curso Filmworks. A assistência de direção ficou por conta de Diego Carvalho Sá, que já tem no currículo outro curta, o “Antes das Palavras”, filme vencedor de vários prêmios no ano passado.

 

EXPERIÊNCIA

Jardel adquiriu experiência e autoconfiança para rodar seu curta e mandar para os festivais com a ajuda de pessoas que encontrou na escola e em seu trabalho na Vitrine Filmes, uma das distribuidoras de filmes mais importantes do Brasil hoje, responsável pelos lançamentos de filmes como “O Som ao Redor”, de Kleber Mendonça Filho, vencedor de diversos prêmios, incluindo Festival de Gramado e “Frances Ha”, que é um filme de coprodução brasileira e americana. “Minha experiência foi adquirida na AIC, porém o trabalho me proporciona conhecer o meio cinematográfico e acrescentar mais conhecimento à minha visão como diretor”, diz Jardel. Antes do curta “Desconsolo”, os alunos já haviam produzido outro curta-metragem chamado “Ausência”, selecionado em vários festivais e ganhador do Filmworks Film Festival 2013.