Intensivo de Férias – Estudos de Direção

SÃO PAULO:


ifestudos

A cada aula um diretor, em cada diretor suas entrelinhas

Em cada aula, um diretor – representativo de um momento da história do cinema – é analisado, usando como base seus filmes, com trechos exibidos em sala. Junto a isso, é introduzido o contexto histórico de seu trabalho, mesclando com reflexões sobre o estilo de outros diretores.

Saiba mais

Investimentos

Data de PAGAMENTO

Parcelado

Desconto à vista

Até 27/04/2017

6x R$ 311,50

10%

Até 27/05/2017

5x R$ 373,80

7,5%

Até 27/06/2017

4x R$ 467,25

5%

A partir de 28/06/2017

3x R$ 623,00

5%

*Desconto à vista válido apenas para pagamentos em boleto, cheque ou dinheiro.

Desconto não cumulativo. Ex-alunos ganham 15% de desconto no pagamento à vista e 5% no parcelado independente da data de inscrição.

Professores

André Gatti
Franthiesco Ballerini

* Devido à agenda dos profissionais, eventuais substituições de nomes poderão ocorrer sem alteração do conteúdo programado.

ruler

Local

UNIDADE: SÃO PAULO

Rua Dr. Gabriel dos Santos, 142, São Paulo, SP +11 3660-7883

Datas e horários

  • 24 h | 08 Encontros
  • Terças e quintas-feiras, das 19h30 às 22h30
  • De 04 a 27 de julho de 2017

inscrevase

Descrição completa

Todo grande diretor tem seus truques, seu encantamento, suas entrelinhas. Descobrir o que está por trás de cada filme, conhecer além do óbvio, entender o verdadeiro significado de grandes obras, esse é o mergulho – de um mês – que o Curso Intensivo de Estudos de Direção se propõe. Um ticket para uma sessão especial, na qual você entende a estética, a linguagem, a técnica e as referências de alguns dos maiores diretores da história do cinema.

Em cada aula, um diretor – representativo de um momento da história do cinema – é analisado, usando como base seus filmes, com trechos exibidos em sala. Junto a isso, é introduzido o contexto histórico de seu trabalho, mesclando com reflexões sobre o estilo de outros diretores. Elementos de vanguarda contidos em cada obra, interpretação e diálogos, enquadramento, fotografia, figurino, cenários internos e externos estão entre os assuntos estudados. Um programa que possibilita apurar o olhar, estimulando a reflexão para os elementos presentes no trabalho de cada diretor.

Conteúdo

Alfred Hitchcock

Considerado o maior mestre do cinema de suspense, Hitchcock introduziu elementos novos no gênero, como a onisciência do espectador desde o início da trama. Música forte, efeitos de luz e referências a escritores e artistas plásticos fazem parte de sua obra.
Aspectos técnicos: Os efeitos de luz e sua associação com a intensidade da trilha.

François Truffaut

Crítico e um dos fundadores da Nouvelle Vague, o diretor é conhecido por tratar de forma única temas envolvendo infância, paixão e mulheres. Por ser também roteirista, produtor e ator, sua obra trazia referências ao cinema do mundo todo e foi sucesso de público e crítica. Aspectos técnicos: Interpretação feminina e a influência do seu lado crítico.

Sergei Eisenstein

Grande parte da contribuição da Rússia para a arte cinematográfica mundial vem destes dois nomes. Embora com estilos bem diferentes, são diretores ligados fortemente no cinema de autor e que aplicavam seus estudos teóricos em cada plano dirigido. Aspectos técnicos: Montagem intelectual, associativa e extensão do tempo cinematográfico.

Stanley Kubrick

Sem dúvida um dos maiores nomes do cinema até hoje, Kubrick é conhecido como um dos cineastas mais cuidadosos com os elementos estéticos de cada plano seqüência de seus filmes, usando de forma pioneira os recursos tecnológicos ainda parcos para falar de um futuro distante. Aspectos técnicos: O trabalho de composição de um longa de Kubrick.

Glauber Rocha

Cineasta brasileiro mais reconhecido no exterior, Glauber foi o grande nome do Cinema Novo, que propôs uma estética naturalista, onde prevalecia a ideia, não os recursos disponíveis, abordando temas nacionais urgentes, como o subdesenvolvimento e a fome. Aspectos técnicos: A trilha da seca e a fotografia do agreste.

 Roberto Rossellini

O maior nome do neo-realismo italiano é dono também de um visual impactante, quase documental, com planos abertos e um trabalho com atores e não-atores instigante. Filmes como Alemanha, Ano Zero e Roma, Cidade Aberta influenciaram gerações de cineastas ao redor do mundo todo e se tornaram clássicos do cinema. Aspectos técnicos: Enquadramentos, trabalho de ator, planos-seqüência

David Lynch

O sonho é o mote central do trabalho deste cineasta. Como representá-lo nas telas foi sempre seu grande desafio. Imagens aparentemente desconexas, jogo de luzes e câmera, o cinema e as técnicas de David Lynch merecem uma análise plano a plano. Aspectos técnicos: A fotografia, a montagem e a narrativa no cinema com inspirações surrealistas.

Ingmar Bergman

Um dos cineastas favoritos de Goddard, Bergman tratou como poucos, questões como a solidão, a fé e a morte. Seu cinema é fortemente influenciado por elementos teatrais e literários e tem um estilo inconfundível de trabalho de fotografia. Aspectos técnicos: Roteiro e técnicas de improvisação.

*Programação sujeita a alterações. 

AVISOS IMPORTANTES

  • Para garantir sua vaga, conclua a inscrição com o máximo de antecedência, muitos cursos atingem o número limite de alunos rapidamente;
  • Atenção: A inscrição está sujeita à disponibilidade de vagas no momento da identificação do pagamento pelo sistema;
  • As turmas são sujeitas a confirmação de acordo com o número mínimo de inscritos. Em caso de cancelamento da turma você será notificado com antecedência e o pagamento devolvido integralmente;
  • Devido à agenda dos profissionais, eventuais substituições de professores poderão ocorrer sem alteração do conteúdo programado.

RIO DE JANEIRO:


Lista de interessados – Rio de Janeiro (RJ)

Caso o curso de seu interesse não esteja disponível, preencha o formulário abaixo e nós lhe informaremos assim as inscrições forem abertas.