Direção de Fotografia Avançado

DESCRIÇÃO:

Aprofunde seu conhecimento e grave um curta

Uma verdadeira imersão na fotografia. Esse é o clima do curso avançado de fotografia. Os alunos aprofundam conhecimentos teóricos e práticos e analisam cada passo do trabalho de um Diretor de Fotografia, vivenciando o dia-a-dia da profissão em sets de filmagem, em estúdios e empresas de finalização parceiras. Ao final do curso, gravam um curta, usando câmera em película e digital.

O curso transpõe os elementos da ótica, física, química, eletrônica, informática, bem como com todos os outros departamentos da produção cinematográfica. Além de aprofundar o olhar para o universo visual do cinema, o aluno tem contato com experientes Diretores de Fotografia atuantes no mercado, podendo assim aprender as técnicas e conceitos mais novos usados no cinema brasileiro e internacional.

Dividido em três módulos – Pré-Produção, Captação e Finalização – o curso tem um grande projeto final a gravação de um curta, além de diversas aulas práticas dentro e fora da escola.

Destinado a alunos que já fizeram o Intensivo de Direção de Fotografia na AIC ou estudaram Direção de Fotografia em outra instituição e profissionais da área que pretendem se aprofundar no assunto.

Envie seu currículo e portfólio para atendimento@aicinema.com.br e aguarde o contato da AIC.

*Algumas aulas poderão acontecer fora da AIC, como visitação prática em locadora de equipamentos. As aulas fora da escola serão avisadas pelo coordenador com antecedência.

Faça cinema! Faça Curso de Direção de Fotografia Avançado.

INSCREVA-SE

 

Veja também:

Filmworks – Formação em cinema em 2 anos
Direção de Fotografia

CONTEÚDO:

Carga Horária: 72 horas
Número de encontros: 9

 

PRÉ-PRODUÇÃO 

Análise do roteiro com a direção e a direção de arte. Visita técnica às locações, estudo das plantas e elevações da arte, determinação da paleta de cor dos figurinos e da maquiagem, estudo e storyboard dos efeitos visuais especiais. Tomar as providencia que irão determinar o look do filme. O uso de ferramentas virtuais para trabalhar à distância com a arte, figurino, maquiagem etc.

Consolidação da proposta visual do filme como convergência entre os  departamentos ligados à imagem. É um filme de época? De gênero? Existem referencias que devam ser comparilhadas pela direção e os departamentos? Há uma exigência de realismo ou naturalismo na imagem?  Elaboração de um storyboard.

O estabelecimento da cadeia de produção até a cópia de exibição. Nessa fase serão escolhidos o colorista e o supervisor de finalização, e montado todo o workflow de acordo com as necessidades estéticas e os recursos financeiros da produção

A escolha do equipamento de captação (câmera) e iluminação para a consecução do look específico da obra.

Na câmera: resolução/contraste (MTF) do conjunto sensor/objetiva em função da mídia final de exibição mais alta. Escolha dos periféricos para as operações exigidas pelo filme (objetivas especiais, filtros, matte-box, comando de foco etc.) . Testes de resolução espacial, espaço de cor, aberrações ópticas, etc Na iluminação: Após uma analise técnica detalhada que determinará o que é exterior, interior, noite e dia, escolher os instrumentos necessários à realização das imagens (refletores, rebatedores, buterflies, bandeiras, gelatinas, dimmers etc). Testes de temperatura de cor, espectro etc, com as fontes de luz.

Na maquinária: Escolha dos equipamentos de movimentação de câmera (travellings, dollies, gruas, estabilizadores, aero-mounts etc), de fixação (praticáveis, pontes, poles etc.). Testes, principalmente com os estabilizadores (steadycam).

Escolha da abertura de diafragma nas objetivas  para cada seqüência do trabalho, em função da resolução  e da profundidade de campo requeridas.

Escolha da relação de contraste (key+fill para fill),  de cada cena. Controle da continuidade de luz e movimento entre os planos. O que é permitido e desejável na continuidade de luz.

Realização de testes de toda a cadeia: Gravar, editar, corrigir, masterizar e transferir para película (se for o caso) ou conformar para a exibição digital. Avaliar os resultados com a direção/produção e obter a aprovação dos testes.

CAPTAÇÃO

Iluminando o set (interior dia). Estabelecendo a decupagem final com a direção. Observando a movimentação dos atores e determinando os movimentos de câmera (se houverem).  O que iluminar primeiro? Quais as características espectrais das fontes a serem empregadas na cena?  Aonde vai a luz principal (key light),  e quais devem ser as suas características espectrais e de intensidade?  Porque ela deve ir aí? As direções de luz secundárias. Controlando as luzes parasitárias e as reflexões indesejáveis. Controlando o contraste na cena (adição ou subtração da fill light final).

Os mesmos procedimentos anteriores para uma situação noturna.

Captando imagens no exterior durante o  dia. O sol: aliado e inimigo. A importância de pré-produzir as externas. Controlando o contraste gerado pela luz solar: buterflies, luzes compensatórias, filtragens etc. Estabelecendo estratégias para maximizar a utilização da luz do dia.

Captando imagens no exterior à noite. Avaliação da luz existente no local. “Entrando” na luz existente. Determinando qual das fontes existentes é a determinante em termos de  intensidade , temperatura de cor e espectro. Muitas vezes é melhor adquirir fontes idênticas às da locação do que usar equipamento convencional de iluminação. Usando reflexos para ressaltar a rua. Uso de balões de hélio para a iluminação de grandes áreas.

FINALIZAÇÃO

Análise do material editado junto com o colorista. Observação das seqüências críticas em termos de finalização (materiais com descontinuidades de contraste, exposição, temperatura de cor etc.). Realização da correção de cor com revisões pela manhã do material corrigido na véspera.   Assistir ao material corrigido com a direção/produção e aprovar. Testar a masterização e/ou transfer, fazer uma cópia de exibição e assistir dentro dos padrões ABNT de projeção.

*Programação sujeita a alterações.

PROFESSORES:

Lúcio Kodato, coordenador
Alvaro Brito
Carlos Ebert
Daniel Duran
Monica Palazzo

Palestrantes convidados.

OBS.: Devido à agenda dos profissionais, eventuais substituições de nomes poderão ocorrer sem alteração do conteúdo programado.

DATAS E HORÁRIOS:

Sábados, das 9h às 18h.
Próxima turma: 05 de abril à 07 de junho de 2014.

Não haverá aulas nos dias 19/04 e 03/05.

*A realização do curso está sujeita a número mínimo de inscrições.

INVESTIMENTOS:

Data de PAGAMENTO

Parcelado

Desconto à vista

Até dia 25/01/2014

6x R$ 483,33

10%

Até 23/02/2014

5x R$ 580,00

7,5%

Após 24/02/2014

4x R$ 725,00

5%

 

Ex-alunos ganham 15% de desconto no pagamento à vista e 5% no parcelado independente da data de inscrição.

*A vaga somente será reservada mediante pagamento. No caso de desistência a devolução de valores será realizada de acordo com as especificações em contrato.

** Desconto não cumulativo.

 

INSCREVA-SE:

Para sua maior comodidade a Academia Internacional de Cinema (AIC) utiliza um sistema de inscrição e pagamento online. Inscreva-se agora mesmo ou pessoalmente em nossa sede.

INSCREVA-SE

Qualquer dúvida entre em contato com nossa equipe de atendimento através do telefone +55 11 3660-7883 ou do e-mail atendimento@aicinema.com.br.

AVISOS IMPORTANTES
  • Para garantir sua vaga, conclua a inscrição com o máximo de antecedência, muitos cursos atingem o número limite de alunos rapidamente;
  • Atenção: A inscrição está sujeita à disponibilidade de vagas no momento da identificação do pagamento pelo sistema;
  • As turmas são sujeitas a confirmação de acordo com o número mínimo de inscritos. Em caso de cancelamento da turma você será notificado com antecedência e o pagamento devolvido integralmente;
  • Devido à agenda dos profissionais, eventuais substituições de professores poderão ocorrer sem alteração do conteúdo programado.