Cristiano Burlan ganha Edital Etnodoc

O professor (e ex-aluno Filmworks) Cristiano Burlan, do curso de Direção de Atores, foi um dos contemplados da terceira edição do Etnodoc – edital que apoia projetos inéditos de documentários etnográficos sobre o patrimônio cultural imaterial, voltados para exibição em redes públicas de TV.

O projeto “O Boto e o Homem”, irá retratar a história de uma singular sociedade em Laguna (SC), constituída de botos e homens. Ao longo de gerações, pescadores protagonizam, juntamente com a espécie de boto Tursiops Truncatus, a pesca cooperativa, onde ambas as espécies perseguem a mesma presa: a tainha. O documentário tem como meta resgatar e preservar na linguagem audiovisual, as técnicas extrativistas desta pesca. “Creio que um documentário profundo sobre o tema pode, com toda certeza, lançar novas luzes sobre o cotidiano de trabalho dessa gente tostada pelo iodo do mar”, conta Burlan.

Além do novo documentário, Cristiano também está em processo de finalização do longa-metragem “Sinfonia de um Homem Só”. O filme foi inspirado na obra prima da música concreta “Sinfonia para um homem só” do compositor Pierre Henry com colaboração de Pierre Schaeffer, de 1950. Numa narrativa direta, íntima e ao mesmo tempo universal o filme narra a história de um homem comum que sai do interior do Brasil para tentar a vida em São Paulo, trabalhando na construção civil. A revolta metafísica deste personagem é a revolta do homem contra sua condição e contra tudo aquilo que o humilha.

 

 

*Foto do filme “Sinfonia de um Homem Só”