Avanti Popolo e Os Irmãos Mai vencem Festival de Vitória

Os dois prêmios mais importantes do 20º Festival de Vitória foram entregues para professores da Academia Internacional de Cinema.

Cena de Irmãos Mai da professora Thais Fuji

Cena do curta “Os Irmãos Mai”, da professora Thais Fuji

O longa “Avanti Popolo”, do professor Michael Wahrman, foi o grande vencedor da noite e recebeu o troféu Marlin Azul de Melhor Filme. “Os Irmãos Mai”, da professora Thais Fujinaga, ganhou o prêmio de Melhor Filme na Mostra Competitiva de Curtas-metragens e também ficou com o prêmio de Melhor Ator, pela atuação de Luis Mai e Recardo Mai.

“Avanti Popolo”, filme do professor Misha, conta a história de André, que após separar-se da sua esposa, volta a morar com o pai, que vive uma vida de espera e reclusão, ligado apenas à sua cachorra, Baleia. O reencontro dos dois revela uma relação difícil e distante, em função do desaparecimento do outro filho, 30 anos atrás, na época da ditadura militar. Com a intenção de se aproximar do pai, André descobre uns velhos rolos de Super-8mm, filmados pelo irmão antes de ele desaparecer, e decide projetar um deles. Mas o pai se recusa a reviver o passado.

“Os Irmãos Mais” conta a história de dois irmãos de origem chinesa que saem pelo centro da cidade em busca de um presente para a avó. Quanto mais procuram cumprir este objetivo, mais distantes eles ficam do plano originalmente traçado.

O Festival, que aconteceu entre os dias 28 de outubro e 2 de novembro, exibiu 105 filmes, sendo 7 longas e 98 curtas e atraiu mais de 20 mil pessoas.

*Fotos Divulgação dos Filmes