AIC produz curta a convite de Giorgio Armani

filmes of citysNão é todo dia que recebemos uma ligação com um convite tão especial. Em meados de 2014, a equipe da Giorgio Armani e da empresa italiana RAI de Televisão ligaram para a Academia Internacional de Cinema (AIC) convidando a escola para participar da 2ª edição do projeto Films of City Frames. Apenas 4 escolas de cinema no mundo foram escolhidas e a AIC foi a única escola do continente americano selecionada, ao lado de escolas da Europa, Austrália e Ásia.

A ideia do projeto é que diretores iniciantes fizessem curtas-metragens inspirados na vida real, capturando sensações e cenas cotidianas de suas respectivas cidades.

A aluna Juliana Valente que cursa o FILMWORKS – o curso de formação profissional em cinema da AIC – teve seu argumento escolhido e o seu curta, que está sendo finalizado, fala sobre o relacionamento de pai e filha e como a arquitetura da cidade os une. O filme traz locações grandiosas, como a praça da Sé e antigos edifícios da cidade de São Paulo.

A diretora Juliana Valente, de vermelho, ao lado de Stefani Mota, atriz do filme.

A diretora Juliana Valente, de vermelho, ao lado de Stefani Mota, atriz do filme.

“Está sendo incrível participar disso tudo. Foi muito legal ter a oportunidade de gravar em lugares que adoro, com pessoas que adoro. A equipe do filme é formada por alunos e ex-alunos da AIC, além de alguns agregados. Alguns deles estão sempre ao meu lado como a Bianca Medina, o Paulo Soucheff e o Luiz Augusto Moura. Mudamos as funções, dependendo do filme, mas sempre trabalhamos juntos. Outras pessoas muito importantes no processo todo foram a professora Thaís Fuji, que me ajudou a desenvolver essa história que estava entalada a alguns anos e o Franthiesco, ajudando sempre nos momentos dos limites e nervos à flor da pele…”, conta Juliana.

Franthiesco Ballerini, coordenador da AIC e líder do projeto diz que ficou muito orgulhoso de participar desse processo. “Fomos a única escola das américas escolhida para fazer o curta. E o curta está fantástico, tem uma história forte, altamente pessoal que atendeu as necessidades da marca sem deixar de lado o toque autoral”, conta.

Equipe em ação: Erik Gasparetto, Paulo Soucheff , Bianca Medina, Cauê Gruber, Luiz Augusto Moura e Gustavo Sani.

Equipe em ação: Erik Gasparetto, Paulo Soucheff , Bianca Medina, Cauê Gruber, Luiz Augusto Moura e Gustavo Sani no Edifício Albertina Ciíero Prado.

Os curtas serão lançados no BFI London Film Festival, entre 7 e 18 de outubro, com a presença da diretora Juliana Valente e do coordenador de cursos da AIC, Franthiesco Ballerini.

Hoje, Juliana recebeu por e-mail, uma carta assinada pelo próprio Giorgio Armani, que fez questão de aprovar pessoalmente os cortes de cada filme.

“Quero lhe agradecer pelo trabalho bem feito e pela captura de momentos autênticos da vida real, com os quais todos se identificam. Estou impressionado com o total compromisso junto com a criatividade e energia envolvidos. O que eu mais aprecio nas pessoas jovens, o que me surpreende e sempre me inspira, é a variedade de suas expressões e opiniões, sua habilidade de capturar detalhes que frequentemente nos fogem. Tenho certeza que a exibição dos filmes no BFI London Film Festival será uma maravilhosa experiência para você e certamente uma grande oportunidade para seu futuro”, diz em trecho da carta.