A AIC lamenta a perda de Carlos Reichenbach

O Brasil perdeu ontem um dos principais diretores do cinema brasileiro. Carlos Reichenbach dirigiu 22 filmes entre eles “Liliam M: Relatório Confidencial” (1975), “A Ilha dos Prazeres Proibidos” (1979), “Império do Desejo” (1981), “Filme Demência” (1985), “Anjos do Arrabalde” (1987), “Alma Corsária” (1993) e “Garotas do ABC” (2003).

O diretor, que também deu aulas na AIC em 2007 no curso Filmworks, ganhou mais de 20 prêmios ao longo da sua carreira. Carlos Reichenbach com certeza deixará admiração, saudade e uma bela ilustração para a história do cinema nacional.